Prado e Cumuruxatiba: guia de praias e passeios

domingo, 12 de janeiro de 2020

Foi com uma certa emoção que planejamos essa viagem ao sul da Bahia, pois adoramos viajar no reveillon e já há 2 anos que não conseguíamos! Dessa vez decidimos ir para o nordeste pela primeira vez com os malinhas, e de carro - o que vai render um post só com a viagem em si, uma vez que foram 3 mil km rodados entre os estados de São Paulo, passando por Minas Gerais, até finalmente chegarmos à Bahia.
Escolhemos Prado, na famosa Costa das Baleias, pelas várias dicas de ser um lugar lindo e tranquilo. É nessa região que as baleias jubarte aparecem, entre os meses de julho e novembro, para acasalar e dar à luz seus filhotes - as águas quentinhas entre Prado e o Parque Nacional Marinho de Abrolhos são o lugar perfeito pra isso! Várias agências de turismo vendem passeios de barco nessa época para avistá-las.
Outro motivo de fama por ali é que a maioria dos historiadores concorda que foi na Barra do Cahy, uma das praias mais bonitas entre os 84 km de praias pertencentes ao município, que os portugueses primeiro aportaram no Brasil, em 22 de abril de 1500 (na praia há uma cruz e uma placa contando detalhes). E como se tudo isso não fosse suficiente para atrair os turistas, Prado e arredores têm restaurantes deliciosos, muitos deles concentrados no Beco das Garrafas - uma ruazinha no centro de Prado que é uma perdição!
Nós passamos 6 dias em Prado e outros 3 em Cumuruxatiba, um distrito de Prado distante 32 km por estrada de terra (que em alguns pontos é bem ruinzinha), e conhecemos bem a maioria das praias. O mapa abaixo ilustra a distribuição das praias, e a seguir um descritivo praia a praia e também dos passeios disponíveis na região.
👉 Confira aqui nosso post com mais informações sobre Prado e Cumuruxatiba: PRADO E CUMURUXATIBA: POUSADAS, RESTAURANTES E OUTRAS INFORMAÇÕES

🌞 Praia do Prado
É a praia mais acessível a pé do centro de Prado, pertinho da praça da igreja. Bem movimentada, especialmente no período em que fomos, com estrutura relativamente boa e mar de tombo. Quando chegamos na cidade, exaustos após 1 dia e meio de viagem, fomos até lá ver o mar e deixar os malinhas livres para correr e brincar.

🌞 Praia do Coqueiral
Praia também bem pertinho do centro de Prado, a cerca de 1 km à direita da Praia do Prado. O acesso a pé é feito por uma plantação de coqueiros, que inclusive avançam pela areia. Não conta com barraca ou vendedores e é mais deserta que a Praia do Prado. Foi nela que ficamos no fim de tarde após o passeio de barco que fizemos pelos recifes de Guaratiba.


🌞 Praia de Guaratiba
 Adoramos essa praia, perfeita para ir em família! A Praia de Guaratiba faz parte de um loteamento de condomínios a cerca de 12 km de Prado, a partir de um acesso na rodovia BA-001, entre Prado e Alcobaça. Não é necessário se identificar para entrar, embora tenha uma portaria - acredito que porque cada condomínio ali tenha sua própria portaria e controle de entrada. Para quem é visitante há um único acesso à praia.
O mar é calmo e ótimo para as crianças brincarem à vontade - os malinhas ficaram praticamente o tempo todo na água. Há também algumas barracas e vendedores de picolé, mas apesar de se localizar entre condomínios, há espaço de sobra por conta da extensão da praia, que é imensa. Gostamos tanto dela que fomos duas vezes!


🌞 Praia da Paixão
Localizada a 10 km de Prado, por estrada de terra, sentido Cumuruxatiba. Só conseguimos chegar nela na segunda tentativa, pois na primeira uma das pontes ficou interditada por conta de um ônibus quebrado. A Praia da Paixão também tem uma boa estrutura, com algumas barracas e diversos vendedores. Rodeada por algumas das famosas falésias características da região, que fazem um contraste interessante com a areia e a água do mar.
Andando um pouco por ela encontramos alguns recifes de corais que aparecem na maré baixa e ficam cheias de pequenos moluscos e siris, os malinhas amaram ficar cutucando por ali. Foi também próximo desses recifes, numa parte mais deserta da praia, que vimos alguns resquícios do óleo que invadiu o litoral brasileiro há alguns meses - pequenas gotas aqui e ali, numa consistência quase sólida.
O mar na Praia da Paixão não é tão calmo quando na Guaratiba, mas ainda assim os malinhas ficaram bem à vontade brincando nas ondinhas.


🌞 Praia do Tororão
Um pouco à frente da Praia da Paixão fica a Praia do Tororão, a 12 km do centro de Prado. Foi no caminho dela que tiramos as fotos das famosas falésias, num dos vários mirantes espalhados pela estrada. Na praia do Tororão mesmo as falésias são mais baixas e a faixa de areia é mais estreita, dando a impressão que a praia fica espremida entre os paredões e o mar. 
Há uma grande barraca que domina a área e cobra 150 reais de consumação mínima (informação espalhada em todas as mesas, pra ninguém ter dúvida, embora essa cobrança seja ilegal) e muitos vendedores ambulantes - de picolé, de milho, de queijo coalho. Acredito que essa foi a praia com mais opções de comida entre todas as que conhecemos na região. O mar, aquele de sempre, bem calminho na maré baixa, um pouco mais mexido conforme a maré sobe.


🌞 Praia do Japara Grande
A pouco mais de 20 km de Prado, a praia de Japara Grande foi a última das praias que visitamos antes de Cumuruxatiba - inclusive foi onde passamos o dia na nossa mudança de pousadas, de Prado para Cumuruxatiba, para depois focarmos em conhecer as praias depois de Cumuruxatiba. Vou começar dizendo que é um lugar imperdível! É preciso estacionar o carro na parte de cima da falésia e descer a pé até a beira do rio Japara Grande, e dali atravessá-lo para chegar ao mar (não é fundo e vai ficando mais rasinho à medida que o rio segue para o mar). Só vendo as fotos para entender a beleza que é o contraste entre a falésia íngreme e vermelha, o rio, a areia e o mar ao fundo. 
Há um bar grande no final da trilhazinha que dá acesso à praia, e eles fornecem algumas barracas do outro lado do rio (por R$40 o dia todo), além de servir petiscos e bebidas diretamente ali (experimentamos um peixe aperitivo delicioso, servido dentro de uma caixinha de papelão para não sujar de areia - achamos a ideia genial). Nesse dia o vento estava forte e com ele veio uma chuva daquelas, que obrigou a maioria das pessoas a se abrigar no bar. Sorte que como veio, se foi, e logo o sol saiu de novo e pudemos aproveitar a praia por mais algum tempo.
Na nossa opinião, uma das praias mais bonitas da região - aliás, quanto mais ao norte, mais bonitas as praias se tornam.


🌞 Praia do Moreira
É a primeira praia ao norte de Cumuruxatiba - fica distante cerca de 8 km da vilinha e 40 km de Prado, por estrada de terra que segue até Corumbau, na divisa com Porto Seguro. Ficamos brincando que era a praia da família - marido e malinhas são Moreira, só eu que não 😞 - por isso me encarreguei de tirar a foto deles embaixo da placa e em cima da falésia.
Assim como a praia do Japara Grande, na praia do Moreira também se estaciona o carro em cima de uma falésia e desce-se por uma trilhazinha até a praia (vale dizer que essa é um pouco mais íngreme). A praia é linda, emoldurada com coqueiros, com muitos recifes de corais espalhados e algumas formações rochosas interessantíssimas, cheias de buracos onde as ondas entram e fazem barulhos estranhos.
É uma praia bastante deserta, sem barracas nem vendedores ambulantes - se bem que chegamos lá depois de uma chuva daquelas, que teria espantado todo mundo se houvesse alguém.


🌞 Praia da Barra do Cahy
Também se tornou nossa queridinha, que tivemos que repetir, pois da primeira vez começou a chover e tivemos que ir embora. A Barra do Cahy fica a 18 km de Cumuruxatiba, ou 50 km de Prado, pela mesma estrada de terra que segue até Corumbau. Da estrada é possível avistar o Monte Pascoal bem de longe (como tínhamos visto uma foto dele antes, conseguimos identificá-lo em meio aos outros morros). Há um único acesso à praia, onde também há uma barraca grande com boa infraestrutura (tendas e banheiros), que cobra 200 reais de consumação mínima.
Passando essa entrada e andando em direção ao Rio Cahy (à esquerda), chega-se ao ponto onde há uma cruz e uma placa dizendo que foi nesse ponto que os portugueses primeiro avistaram o Monte Pascoal e aportaram em terras brasileiras - de acordo com a descrição feita por Pero Vaz de Caminha. 
E andando mais um pouco chega-se ao encontro do rio com o mar, que forma deliciosas piscinas rasinhas. É um lugar lindo e parece bastante preservado, apesar de toda a área ser uma fazenda e o acesso direto àquele ponto estar fechado na estrada.

🌞 Ponta do Corumbau
Localizada a 90 km de Prado e 60 de Cumuruxatiba, já na divisa com Porto Seguro seguindo pela mesma estrada de terra da Barra do Cahy, é um lugar paradisíaco - mas que não conseguimos conhecer 😞 Soubemos que a estrada é bastante precária em alguns pontos e por conta das chuvas e da distância decidimos adiar a visita para uma próxima vez. Há passeios de barco até lá, saindo de Cumuruxatiba, com valores de 100 a 150 reais por pessoa, dependendo da agência e do barco. Mas novamente, como pegamos alguns dias de chuva, ficamos com medo de pegar chuva no mar e o passeio não valer a pena.


Recifes de Guaratiba
Fizemos esse passeio que sai do rio Jucuruçu, em Prado, e recomendamos! Fomos no barco Sereia de Guaratiba, que sai do cais atrás da pousada que ficamos (Canto do Rio) - valor R$100/pessoa, as crianças pagaram metade, snorkels e sapatilhas podem ser alugados à parte. Estão incluídos no passeio água e frutas.
O roteiro inclui a navegação por cerca de 1 hora até os recifes de Guaratiba que, na maré baixa ficam descobertos e pode-se andar sobre eles. O barco então fica "estacionado" próximo aos recifes por um período que varia entre uma e duas horas, dependendo da maré, e retorna para Prado. Levamos nossos próprios snorkels mas erramos em não alugar as sapatilhas (que na verdade eram crocs) e fomos de chinelo, o que atrapalhou um pouco, mas nada que estragasse o passeio. Vimos ouriços do mar e outros bichinhos, além de muitos peixes coloridos. Os malinhas amaram, pois foi a primeira experiência deles em mergulho no mar. Um arrependimento foi não ter descido nos recifes com o celular nem com câmera, e por isso só temos fotos com a GoPro 😔
O passeio sai às 9 h da manhã e retorna por volta das 14 h, o que não é cansativo para os menores e permite que se aproveite o resto do dia na praia. Vale muito a pena fazê-lo!


⛵ Passeio a Abrolhos
Marido ficou todo empolgado em conhecer o Parque Nacional Marinho de Abrolhos e resgatou até a carteirinha e material de mergulho, por isso quando chegamos a Prado fomos pesquisar sobre o passeio. Segundo apuramos, o passeio não sai de Prado e sim de Caravelas, a 50 km de Prado, com saída às 6h30 da manhã e retorno após as 19h, dependendo do mar. O passeio inclui a descida em uma das ilhas e um curto passeio guiado. O mergulho é à parte e tem custo adicional de R$ 170, enquanto somente o passeio estava R$ 320/pessoa.
Decidimos não fazer porque achamos longo demais para os malinhas (e até pra nós) e o preço bem salgado, mas para quem realmente tem interesse em mergulhar deve ser um sonho, pois é um santuário preservado maravilhoso.


⛵ Passeio para observação de baleias
Praticamente todas as agências de Prado e Cumuruxatiba vendem esses passeios na época de visita das baleias jubarte à região (não à toa conhecida como Costa das Baleias), entre os meses de julho e novembro. Como estivemos por lá no finzinho de dezembro/começo de janeiro, esses passeios não estavam disponíveis. Mas super indico para quem for pra lá nesses meses, pois todos com quem conversamos disseram que as baleias dão um show de simpatia e interação!

📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🏨 Reserve sua hospedagem aqui: Booking 
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- 👇 Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-

14 comentários:

  1. Um paraíso após outro... como é que os brasileiros aguentam essa vida dura?? :))) Por isso tanto português continua a atravessar o Atlântico para descobrir essas maravilhas...

    ResponderExcluir
  2. Taí uma região que nunca tinha prestado muita atenção. Fiquei inspirada com seu post sobre Prado e a costa das baleias, deu vontade de conhecer. Pena que não deu pra ver as baleias, né, mas vocês curtiram bastante as praias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena mesmo, mas deu vontade de voltar na época da visita delas!

      Excluir
  3. Acho que de todas as praias que você mostrou a que mais me chamou a atenção foi a de Japara Grande. Nunca explorei essa parte do Brasil, gostaria de ir um dia e com sorte ver alguma baleia haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Japara Grande é mesmo linda! Ficamos com vontade de voltar na época das baleias, quem sabe?

      Excluir
  4. Os malinhas colaboraram durante a road trip? É que 3000 km é obra, com duas crianças pequenas. Lindas praias, todas elas muito tranquilas e seguras para as crianças. Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto mais velhos, mais reclamam... mas até que aguentaram bem. Vou fazer um post só sobre a viagem, muitos pais já me fizeram essa mesma pergunta!

      Excluir
  5. Ah que vontade que me deixou de curtir um praia lendo seu post, o sul da Bahia é mesmo cheio de encanto, Prado já entrou pra minha lista no estado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Vale mesmo a pena colocar Prado no radar.

      Excluir
  6. Nossa, eu morro de vontade de conhecer Cumuruxatiba e Prado. A Bahia é só amor, né? Amei as dicas e as fotos estão lindas :)

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cíntia, quantas praias lindas vocês conheceram e trazem agora pra gente conhecer também.
    Ótimas dicas, adoro a Bahia, um estado cheio de energia contagiante e povo acolhedor, além da gastronomia maravilhosa.
    Adorei ir conhecendo aqui e tomando conhecimento também da história por trás de cada lugar, muito especial mesmo, parabéns, linda sua viagem em família. Grande beijo.

    ResponderExcluir
  8. Deyse Marinho de Abreu11 de fevereiro de 2020 11:11

    Encantada com a quantidade de praias qus dá pra conhecer em pouco tempo. Prado é um destino que ainda não conhecemos e seria fantástico acompanhar as baleias, além de desfrutar de todo o contexto histórico que permeia o local. Passeios de escuna sempre estão em nossos roteiros e esse já entrou. Adorei o post. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir