Como conhecer as praias de Castelhanos e Bonete em Ilhabela

sexta-feira, 8 de abril de 2022

Localizada no litoral norte de São Paulo, Ilhabela é um destino famoso por suas lindas praias. Acessível por balsa a partir de São Sebastião, o que poucos sabem é que o município de Ilhabela é na verdade um arquipélago formado por 4 ilhas, sendo apenas duas delas habitadas - a maior e mais populosa é a Ilha de São Sebastião, onde ficam a parte urbana e as praias mais famosas, e a Ilha dos Búzios, onde vive uma comunidade caiçara de cerca de 180 pessoas.
Ilhabela é cheia de curiosidades históricas e turísticas. Tem um passado repleto de histórias envolvendo piratas e diferentes ocupações, além de inúmeros naufrágios causados pela geografia acidentada e composição mineral de sua costa. É também conhecida como Capital da Vela, por abrigar as condições perfeitas de vento e mar para a prática desse esporte. É um ponto de parada obrigatório no roteiro de cruzeiros nacionais. E para fechar a conta, tem mais de 80% de seu território protegido sob o Parque Nacional de Ilhabela, uma importantíssima área de preservação de Mata Atlântica.
Dito tudo isso, podemos afirmar com certeza que é possível passar uma longa temporada em Ilhabela e não repetir nenhum passeio: há praias, trilhas e cachoeiras para todos os gostos! Mas a intenção deste post é falar sobre dois dos passeios mais famosos de Ilhabela: Bonete e Castelhanos, duas praias que são sempre mencionadas quando se fala da ilha.
Há várias agências na cidade que oferecem esses passeios, mas nós seguimos uma indicação e fizemos os dois com a Maremar Turismo, e gostamos muito. Ótimo atendimento, estrutura de barcos e veículos excelente, além da simpatia de todos que nos atenderam. Não é propaganda, é a nossa experiência mesmo, que vale a recomendação.


🌊 Praia de Castelhanos
Muito famosa entre os surfistas, a praia de Castelhanos fica no extremo oposto ao continente, numa baía virada para o mar aberto - o que explica suas ondas perfeitas para a prática do surfe. Antigamente muitos turistas arriscavam ir de carro até Castelhanos, uma vez que há uma estrada de terra que corta a ilha ao meio e chega até lá. Mas de uns anos para cá, por conta dos inúmeros acidentes com carros comuns, a administração do Parque Estadual passou a permitir somente a passagem dos jipes das agências de turismo e carros de passeio comprovadamente 4x4, os únicos capazes de enfrentar a estradinha de terra cheia de pedras e buracos.
controle no início da estrada para Castelhanos
As operadoras de turismo normalmente oferecem três opções para ir até Castelhanos: ida e volta via mar; ida e volta via terra; ou ida via mar e volta via terra (os preços variam de acordo com a opção - os passeios de jipe em geral são mais baratos). Nós optamos pelo último, o passeio híbrido - fomos de superboat e voltamos de jipe, para poder conhecer outras praias inclusas no passeio de barco (as paradas são na praia da Fome e Saco do Eustáquio, além de Castelhanos) e também conhecer a famosa trilha (são 22 km dentro do Parque Estadual). 

Podemos dizer que esse passeio combinado valeu muito a pena, pois além das praias que conhecemos na ida também tivemos a chance de passar pelo parque e parar em alguns mirantes e cachoeiras. A praia da Fome, por exemplo, é lindíssima - e a parada ali só está inclusa no passeio de barco.
praia da Fome
E finalmente, falemos sobre Castelhanos! Há muito que essa famosa praia deixou de ser uma vilazinha de pescadores e destino somente para surfistas destemidos que não têm medo de borrachudos 😄 Os borrachudos continuam lá, as ondas e as casinhas de pescadores também, mas hoje há uma boa infraestrutura de restaurantes no lado esquerdo da praia, onde os barcos atracam - o que até nos surpreendeu, pois não esperávamos tantas opções. Caminhando no sentido oposto e subindo uma trilha curtinha é possível chegar no mirante onde a foto abaixo foi tirada. 
praia de Castelhanos vista de cima
O famoso formato de coração feito pelas ondas é devido a essa pequena ilha de pedras no meio da baía. Realmente a vista ali de cima é incrível!

🌊 Praia do Bonete
Em diversas classificações por aí, a praia do Bonete é considerada uma das mais bonitas do Brasil - e podemos afirmar que realmente é linda. Localizada no extremo sul da ilha, abriga a maior comunidade caiçara do município. Há duas maneiras de chegar até a praia do Bonete: via trilha ou via barco.
Para os corajosos que quiserem fazer a trilha (cerca de 13 km), a dica é seguir de carro sentido sul da ilha até o fim do asfalto, onde fica uma das entradas do Parque Estadual. Ali é preciso registrar a entrada e são oferecidas algumas orientações gerais. A pessoa que estiver ali vai dizer que os primeiros quilômetros são fáceis, mas não se engane: a trilha é aberta mas não é para iniciantes, cheia de subidas e descidas íngremes, com trechos muito escorregadios caso o tempo esteja chuvoso (o que é quase sempre).
entrada do parque e início da trilha para o Bonete
Nós fizemos os primeiros quilômetros até a Cachoeira da Lage, localizada na fazenda de mesmo nome, e foi bem puxado - por isso o alerta: jamais vá de chinelos (o ideal mesmo é tênis ou bota de trilha) e, se a ideia for fazer a trilha toda, vá preparado(a) fisica e psicologicamente para algumas horas de caminhada. Muitas pessoas vão pela trilha e retornam de barco - há vários barquinhos que ficam pela praia e oferecem esse serviço.

Uma maneira bem mais confortável de chegar no Bonete é via barco, comprando um passeio das várias agências de turismo existentes na ilha. Como dito acima, nós fizemos com a Maremar Turismo e fomos de superboat, uma ótima opção especialmente para aqueles que enjoam em barco - além da rapidez, o fato de navegar em alta velocidade diminui a sensação do balanço. E o passeio de barco inclui uma parada extra: a belíssima praia de Indaiaúba, com águas perfeitas para snorkel. 
praia de Indaiaúba
A praia do Bonete possui certa infraestrutura por conta da comunidade caiçara que vive ali: há alguns restaurantes, cafés e opções de hospedagem, tudo bem simples e rústico. E no canto esquerdo da praia há um riozinho com água límpida e gelada, perfeita para um mergulho.
praia do Bonete
mergulho no rio que desemboca na praia do Bonete

👉 Links úteis para saber mais sobre Ilhabela e passeios:
↪ Agência Maremar Turismo

👉 Este post é parte de uma blogagem coletiva com o tema ÁGUA. Mais uma iniciativa do Grupo 8on8, onde um grupo de blogs desenvolve um tema comum, ilustrando com apenas 8 fotos e publicando no dia 8 de cada mês. Confiram os demais posts: 
📌 Chicas Lokas na Estrada | Praia da Lua e Praia da Ponta Negra em Manaus
📌 Destinos Por Onde Andei… | Passeio de barco pelo Lago de Como, Itália
📌 Espiando pelo Mundo | O Rio Tâmisa em Londres | Inglaterra


📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📚 Compre livros e muito mais aqui: Amazon
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-

10 comentários:

  1. Eu tenho muita vontade de passar uns dias em Ilhabela... Todo mundo fala da beleza da região. Achei a praia do Bonete linda demais! Acho que eu provavelmente escolheria fazer a trilha! rsrsrs Gosto muito de um desafio e de uma caminhada! rsrs Perguntas: a água das praias é fria? Tem opções de alimentação vegana? bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, em SP a água do mar nunca é quente como no nordeste, mas no verão é bem morninha sim! Quanto à alimentação, Ilhabela tem muitas opções gastronômicas, tenho certeza que existem alternativas veganas sim.

      Excluir
  2. Que delícia conhecer as praias dos Castelhanos e Bonete em Ilhabela, um destino que tenho muita vontade de visitar. É verdade que precisamos ter cuidado por lá com os borrachudos? Que são sinistros? rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha sim, a ilha é famosa pelos borrachudos! Mas nada que um bom repelente não ajude. O lugar onde encontramos mais mosquitos (ou eles nos encontraram rsrs) foi na trilhazinha que pegamos até onde o jipe estava, em Castelhanos. Era fim de tarde e há um riozinho por ali, condições perfeitas para os borrachudos atacarem. Mas nas praias mesmo é bem tranquilo.

      Excluir
  3. Tão perto, mas tão longe rs Mesmo morando no interior de São Paulo, ainda não conheço Ilhabela e nem sabia que era um arquipélago na verdade rs. Bom saber como chegar nessas praias lindas pra organizar o meu roteiro um dia!

    ResponderExcluir
  4. Estive em Ilhabela em uma parada de cruzeiro há muito tempo atrás e a rápida visita só me deixou com gostinho de "quero mais". Quero voltar um dia com calma e conhecer as praias Castelhanos e Bonete. Adoraria também ficar hospedada em uma das ilhas!!

    ResponderExcluir
  5. Disse tudo, Cíntia: podemos ficar uma temporada inteira e não repetir passeios em Ilhabela. Ainda não estive em nenhum lugar da costa aberta da ilha, mas deve ser mesmo uma delícia esse passeio de lancha, eu adoro a velocidade, o vento no rosto (nos cabelos não faz mais diferença agora ahaha). Linda esta praia de Indaiaúba, embora não seja tão famosa quanto Castelhanos e Bonete. Dicas anotadas, obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Ilha Bela é um destino que está em nossos planos desde sempre, fiquei maravilhada com suas dicas das praias de Castelhanos e Bonete, quero muito conhecer quando tiver oportunidade de fazer esta viagem.
    A Praia da Fome me pareceu muito linda também, que destino especial é Ilha Bela, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  7. Cintia, quanta praia linda em Ilhabela né? Já estive lá, mas não tive oportunidade de conhecer as praias de Castelhanos e Bonete, nem tão pouco de fazer alguma trilha. Vejo que preciso voltar, pois faltou muita coisa pra ver e fazer.

    ResponderExcluir
  8. Cintia, quanta praia linda em Ilhabela né? Já estive lá, mas não tive oportunidade de conhecer as praias de Castelhanos e Bonete, nem tão pouco de fazer alguma trilha. Vejo que preciso voltar, pois faltou muita coisa pra ver e fazer.

    ResponderExcluir