Roteiro de 2 dias em Belo Horizonte

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

Destinos maravilhosos no Brasil, opções não faltam! Se formos falar do estado de Minas Gerais então, as opções são infinitas e para todos os tipos de turismo: cidades históricas, gastronomia incrível, ecoturismo e trilhas para todos os níveis de aventureiros. Não há dúvidas que Minas reúne muitas das características da brasilidade que tornam o Brasil tão único e cheio de vida.
E apesar de já conhecermos várias cidades mineiras, uma que faltava na nossa lista era justamente a capital, Belo Horizonte. Aproveitamos um feriado prolongado e fizemos uma roadtrip até BH, desfrutando de dois dias na cidade.

👉 Confira também nossos posts de outras cidades mineiras que já visitamos: Andradas, Monte Verde, Gonçalves, São Thomé das Letras, São João del Rey e Tiradentes.

Igreja São Francisco de Assis, um dos símbolos de BH

O roteiro de 2 dias em Belo Horizonte que vamos apresentar aqui inclui o que foi possível fazer em tão pouco tempo e considerando que ainda muitos locais estavam fechados ou com restrições para visitação por conta da pandemia. Vale levar também em consideração que viajamos em família - nossos malinhas de 11 e 8 anos estavam conosco e tiveram poder de voto em uma das atrações desse roteiro que nos tomou uma tarde toda 😄
Dito isso, vamos lá!

Dia 1: Lagoa da Pampulha - Mineirão, Parque Guanabara e Igrejinha da Pampulha
A Lagoa da Pampulha é um dos cartões postais de Belo Horizonte e é tão importante em termos de turismo e lazer que ganhou até um circuito próprio - o Circuito Turístico da Pampulha. A lagoa, com 18 km de extensão, é um grande parque a céu aberto onde é possível pedalar, correr, andar de skate, fazer um piquenique ou simplesmente relaxar curtindo um lindo pôr-do-sol. A lagoa também abriga o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, formado pela Igreja de São Francisco, a Casa Kubitscheck, a Casa do Baile, o Museu de Arte Moderna e o Iate Clube. Além das obras de Niemeyer, fazem parte do circuito o Ginásio Mineirinho e o Estádio Mineirão, o Parque Ecológico da Pampulha e o Parque Guanabara, um parque de diversões daqueles clássicos.
Como tínhamos apenas um dia para aproveitar o Circuito da Pampulha, fizemos o seguinte roteiro:

👉 Visita guiada ao Mineirão
Recomendamos muito esse passeio! O Mineirão é muito mais que um estádio de futebol: é um dos símbolos de Belo Horizonte e funciona como área de lazer aos finais de semana. A visita guiada pode ser comprada online ou diretamente na entrada do estádio, e leva cerca de 1h30. Tem todos os detalhes neste post: Como é a visita guiada ao Mineirão
dentro do estádio Mineirão, durante a visita guiada

👉 Volta de carro por toda a extensão da Lagoa da Pampulha
Como era impossível caminhar por todos os 18 quilômetros à beira da Lagoa da Pampulha (não porque não quisemos, e sim por causa do tempo curto 😄😉), demos uma volta de carro para admirar todos os ângulos desse incrível ponto turístico da capital mineira. Em vários pontos é possível alugar bicicletas, mas não arriscamos porque o sol estava forte demais.
vista da Lagoa da Pampulha a partir da roda-gigante

👉 Parque Guanabara
Ganhou um doce quem adivinhou que essa foi a atração mais pedida pelos malinhas 😉 Eles ficaram doidos quando viram o parque e enfrentamos um calor de 35oC para que eles se divertissem muito andando de carrinho bate-bate, de roda-gigante e outros brinquedos clássicos - o Parque Guanabara é daqueles parques de diversões ao estilo antigo e um dos passeios mais tradicionais de Belo Horizonte. Em 2021 ele completou 70 anos de idade mas continua firme e forte, atraindo crianças de todas as idades e suas famílias.
roda-gigante no tradicional Parque Guanabara

👉 Igreja São Francisco de Assis
Fomos caminhando do Parque Guanabara até a famosa Igreja São Francisco de Assis, conhecida também como Igrejinha da Pampulha, uma linda igreja projetada por Oscar Niemeyer, com arquitetura super moderna e que virou um dos cartões postais de Belo Horizonte - assim como a maioria dos turistas, nós também tiramos nossa foto em frente à sua fachada (é a foto que abre esse post).
Quando chegamos lá vimos muita gente com seus bichinhos de estimação em volta do padre - como a igreja é dedicada a São Francisco, padroeiro dos animais, muitos levam seus animaizinhos para serem abençoados durante a missa.


Dia 2: Praça da Liberdade - Museu das Minas e do Metal, Centro Cultural Banco do Brasil e Museu Mineiro
Outro famoso cartão postal de Belo Horizonte é a Praça da Liberdade, na região central da cidade, que concentra em seu entorno uma série de prédios históricos restaurados e transformados em museus. O complexo ganhou também um circuito para chamar de seu, chamado Circuito Praça da Liberdade.
Novamente, por conta do tempo curto e das restrições impostas pela pandemia, conseguimos visitar apenas 3 dos locais que compõem o circuito, além da própria praça - e todos gratuitos!

👉 Praça da Liberdade
Ponto de encontro para quem quer relaxar, praticar exercícios ou simplesmente apreciar as lindas palmeiras imperiais - a Praça da Liberdade por si só é um passeio. Tem pista para quem quer correr, tem bancos para sentar e apreciar a paisagem, tem fontes e chafarizes que rendem fotos lindas, tem um tradicional coreto. E à sua volta, os prédios históricos compõem um cenário único.
Alameda das Palmeiras Imperiais na Praça da Liberdade

👉 Museu das Minas e do Metal
Inaugurado em 2010, o Museu das Minas e do Metal ocupa um lindo prédio histórico com fachada rosa. Datado de 1897, o edifício foi todo restaurado, mas mantendo as linhas originais e seu interior cheio de detalhes.
O museu é patrocinado pela Gerdau (e por isso essa visita teve um gostinho especial para o marido, que entre idas e vindas já trabalha na empresa há mais de duas décadas) e conta, de maneira bem simplificada e didática, a importância do aço no Brasil e no mundo, bem como um pouco da história da mineração e da metalurgia. Há painéis explicativos, algumas exposições temporárias e uma imensa drusa de quartzo (traduzindo: um cristal de quartzo bruto) em exposição.
Dentro do museu há também um café e uma lojinha super charmosa, que vende cristais de todos os tipos e alguns artesanatos típicos mineiros. A entrada é gratuita.
letreiro na entrada do museu

👉 Centro Cultural Banco do Brasil
Do lado oposto ao Museu das Minas e do Metal fica o Centro Cultural Banco do Brasil, também ocupando um lindo prédio histórico totalmente restaurado. Assim como as demais unidades do CCBB (em São Paulo, no Rio e em Brasília), é um espaço aberto para exposições, peças de teatro, oficinas, palestras e toda sorte de atividades culturais. Com as restrições da pandemia, apenas o acervo permanente no 1o andar estava disponível para visita, mas o prédio é tão lindo por dentro que valeu a pena só por entrar nele.
Para completar, há um café delicioso e muito fofo dentro do CCBB - o Frau Bondan. As comidinhas são ótimas e o atendimento também, e vale combinar a visita com um horário de fome só para provar algo do cardápio.
A entrada no CCBB BH é gratuita mas as exposições temporárias variam de preço - consulte a programação e preços aqui
acesso ao 1o andar do CCBB BH

👉 Museu Mineiro
Localizado um pouco mais afastado da Praça da Liberdade (fica na Av. João Pinheiro, a cerca de dois quarteirões da praça), o Museu Mineiro é um dos mais antigos do estado e perfeito para quem quer conhecer um pouco mais da história, da cultura e da arte mineiras. Distribuído em diferentes salas, o acervo é bastante eclético: há esculturas barrocas, ferramentas, documentos, pinturas, objetos antigos - tudo distribuído de maneira bastante didática e em ordem cronológica, para que o visitante não tenha dificuldades em entender o contexto histórico dos objetos.
A entrada é gratuita e na chegada um monitor orienta os visitantes sobre o melhor sentido de percorrer as salas.
sala das esculturas barrocas no Museu Mineiro

Como dito lá no início do post, há muito o que ver e fazer em torno da Lagoa da Pampulha e no Circuito da Liberdade. Alguns lugares ainda estavam fechados à visitação e outros requeriam mais tempo, que infelizmente não tínhamos 😔. 
O blog Expedições em Família tem um post completíssimo do que fazer no Circuito da Lagoa da Pampulha, para quem quiser planejar um roteiro mais abrangente. E o mineiríssimo blog Destinos por onde andei tem um post lindo e cheio de detalhes sobre a Praça da Liberdade, a belíssima praça dos mineiros.

Um outro ponto turístico imperdível em Belo Horizonte, especialmente para aqueles que, como nós, são apaixonados pela culinária mineira, é o Mercado Central de Belo Horizonte. Nós estivemos lá somente de passagem, mas o blog Chicas Lokas na Estrada tem esse post completo para quem quiser saber mais: Mercado Central de Belo Horizonte - Delícias da Culinária Mineira


Quer ler mais sobre Destinos Maravilhosos no Brasil? Este post é parte de uma blogagem coletiva sobre o tema! Mais uma blogagem do Grupo 8on8, onde um grupo de blogs desenvolve um tema comum, ilustrando com apenas 8 fotos e publicando no dia 8 de cada mês. Confiram os demais posts: 
📌 Viajante Econômica | Oito praias do litoral norte de SP para conhecer


📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📚 Compre livros e muito mais aqui: Amazon
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-

19 comentários:

  1. Adorei seu roteiro de dois dias em Belo Horizonte. Quero muito voltar a BH porque fui uma única vez aos 5 anos de idade. Penso em voltar nem que seja pra um final de semana prolongado. Obrigada pelas dicas. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, um feriado prolongado é a medida para conhecer o básico de BH!

      Excluir
  2. Amei o seu roteiro de 2 dias em Belo Horizonte. Você conseguiu conhecer muita coisa em um fim de semana! A Praça da Liberdade é linda e o seu circuito de museus um convite a passar horas por ali, não é? Gostei da dica da visita guiada ao Mineirão. Anotada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Praça da Liberdade é mesmo linda! Adoramos a cidade e queremos voltar para conhecer os museus que ainda estavam fechados.

      Excluir
  3. Cintia, BH é linda mesmo, não? Já visitei algumas vezes, mas sempre a trabalho. Morro de vontade de ir assim, passar pelo menos uns dois dias só turistando. Parece que vocês curtiram um bocado. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viajar a trabalho não é a mesma coisa que a turismo, não é mesmo?

      Excluir

  4. Seu roteiro de 2 dias em Belo Horizonte está PERFEITO!! Amo BH e para mim só faltou conhecer o Museu Mineiro. Sempre volto à cidade, então fica a dica para uma próxima!! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Ficou bem legal o roteiro de 2 dias em belo Horizonte que vocês fizeram. Ta aí uma cidade maravilhosa, que eu sempre quero voltar!

    ResponderExcluir
  6. Perfeito seu roteiro por Belo Horizonte! Estive 2 vezes na cidade e tive imprevistos, aí acabei não conhecendo a Pampulha. Um pecado né? Mas tudo bem, tenho uma ótima desculpa para voltar à cidade :)

    ResponderExcluir
  7. Que saudade de Belo Horizonte. Tem anos que não vou. Algumas coisas da lista eu fiz, outras ficaram para a próxima. Muito legal o seu roteiro, você aproveitou bem

    ResponderExcluir
  8. Oi Cíntia. Tão gostoso ler um texto fala do da minha terrinha Natal. Acho que você aprove bem BH em tão pouco tempo. Você conseguiu montar um roteiro bem bacana e otimizado, privilegiando lindos pontos turísticos. Muito bom. Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Que ótimo roteiro de 2 dias em Belo Horizonte ! Esses são lugares imperdíveis na capital mineira. Estive aí em 2018 e já andava com saudades. Tenho vontade de voltar pois peguei uma segunda e os museus estavam fechados. beijocas

    ResponderExcluir
  10. Acredita que sou mineira e não visitei quase nada do seu roteiro em Belo Horizonte... Uberlândia é muito longe da capital, então vou muito pouco, mas ano que vem estarei aí e vou seguir suas dicas.

    ResponderExcluir
  11. Ai que lindeza que é Belo Horizonte! Tá aí um lugar que quero muito conhecer um dia: Minas Gerais! Amei suas dicas, obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Marcia M Picorallodomingo, 24 outubro, 2021

    Tenho namorado uns dias na capital mineira, e este roteiro de 2 dias em BH vai ajudar bastante, obrigada.

    ResponderExcluir