Como é o Projeto Selva Viva em Taubaté

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Mais um passeio interessante, educativo e muito bacana para família toda: fomos conhecer o Projeto Selva Viva, em Taubaté, a cerca de 140 km da capital São Paulo.
Nascido de um projeto de resgate de animais vítimas de tráfico e comércio ilegal, o Selva Viva foi aberto ao público recentemente, em janeiro de 2021. A ideia por trás da exposição dos animais e do auditório é promover a educação ambiental de um jeito muito informativo e bacana - diferente de zoológicos tradicionais ou parques com animais, a grande sacada do Projeto Selva Viva é permitir que os visitantes tenham contato mesmo com os animais, além de ter monitores sempre disponíveis para explicar tudinho sobre cada um.
aprendendo sobre o jabuti
O espaço aberto ao público não é muito grande, mas tem animais de todos os tipos: 
↪ no térreo ficam aves e mamíferos (destaque para os lindos flamingos e os serelepes lêmures), bem como o auditório;
↪ no primeiro andar ficam os insetos e anfíbios, assim como um imenso formigueiro com paredes de vidro, que permitem observar como ele é estruturado em diferentes partes; 
↪ no nível abaixo do térreo fica a área dos répteis.
flamingos encolhidos por causa do frio
observando os anfíbios
monitora mostrando a diferença entre jacarés e crocodilos

A dica para participar das interações com os animais é ficar de olho na programação do dia, que é divulgada durante a semana nas redes sociais e também fica exposta num painel logo na entrada. Todas estão inclusas no ingresso de entrada, com exceção do Mundo Animal, que custa R$10 por pessoa e é feito no auditório - e adianto que vale muito a pena!
programação no dia da nossa visita
No dia em que estivemos lá, chegamos por volta das 11 horas da manhã e conseguimos acompanhar as interações com a cobra do milho, com o jabuti, com o gambá e com o lagarto dragão barbado. Essas interações acontecem perto da entrada, no Ponto Animal, quase abaixo do painel - impossível perder! No horário determinado, um monitor traz o animal, explica sobre sua origem e hábitos, e responde a todas as perguntas que surgirem. Depois permite que os visitantes toquem no animal, um por vez, com todo o cuidado. Os malinhas amaram!
interação com a cobra do milho
aprendendo sobre o gambá
interação com o lagarto dragão barbado

Já as interações com insetos, anfíbios e afins acontecem num local chamado Árvore da Vida, no primeiro andar. Um monitor traz os bichos num recipiente transparente e explica sobre eles - no caso dos não peçonhentos, é permitido que os visitantes os peguem. No dia da nossa visita vimos o sapo-cururu e um tipo de escorpião.
monitor mostrando como o escorpião brilha sob luz negra
interagindo com o sapo-cururu

Mas o ponto alto da visita ao Projeto Selva Viva é participar do Mundo Animal, que é pago à parte e acontece no auditório, com lugares restritos e marcados. Com duração de cerca de 45 minutos, são apresentados dois animais, que variam de acordo com a programação do dia.
esperando começar
Na hora marcada o auditório foi aberto e tomamos os nossos lugares. Primeiro os visitantes assistem a um vídeo curtinho falando do projeto e logo depois entram os monitores com o primeiro animal, explicando sobre sua origem, habitat e hábitos, e depois abrem para perguntas. Em seguida, conforme os visitantes vão subindo ao palco para interagir com o primeiro animal e tirar fotos, é apresentado o segundo animal. No dia da nossa visita, o animais apresentados foram uma píton albina e um furão - normalmente a programação inclui um animal maior e mais exótico (como uma cobra, mas já houve apresentação de bicho-preguiça e até flamingo!) e outro menorzinho, que dá para carregar no colo.
apresentação da píton
píton e os malinhas
o furão

Há também uma programação de alimentação de alguns animais, mas infelizmente não conseguimos acompanhar nenhuma pois demos prioridade aos momentos de interação. É um passeio muito bacana para todas as idades e com certeza vai agradar a família toda.

👉 Como chegar no Projeto Selva Viva?
O endereço é Estrada do Barreiro, 7659, Taubaté, SP. Basta colocar no Google Maps ou Waze e eles indicam a rota direitinho. É um bairro rural afastado cerca de 10 km do centro da cidade.
O projeto não conta com estacionamento próprio, mas é possível estacionar o carro numa rua próxima ou em algum dos estacionamentos privados ali por perto.

👉 Ingressos e horários do Projeto Selva Viva
O valor do ingresso atualmente (agosto/2021) é R$ 35/pessoa e o local só abre aos finais de semana e feriados. Recomendamos acompanhar as promoções, a programação e os horários e dias de funcionamento através das redes sociais (@projetoselvaviva no Facebook e no Instagram), pois variam bastante de uma semana para outra.
Para conhecer mais detalhes do projeto e suas ações de resgate e reabilitação de animais, o site é bem completo e informativo: projetoselvaviva.com.br

👉 Em Taubaté, recomendamos também conhecer o Museu de História Natural. Temos post completo dele aqui: CONHEÇA COM A GENTE O MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL DE TAUBATÉ - é um dos nossos locais preferidos aqui por perto!

👉 Quer mais programas com animais? Recomendamos também o Zooparque Itatiba (post aqui) e o Zoológico de São Paulo (post aqui) - ambos programas incríveis para a família toda!

📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📚 Compre livros e muito mais aqui: Amazon
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-

19 comentários:

  1. Nossa, adorei descobrir sobre esse projeto! Eu ia amar ter contato com flamingo, eu acho lindo demais! Já com as cobras, não sei não haha! Acho que não sou tão corajosa como os malinhas! Parabéns pra eles!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse Projeto Selva Viva em Taubaté. Amei a proposta. Já fiquei com vontade de visitar com os meus pequenos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A proposta é mesmo muito bacana! Bem diferente de outros parques e zoos.

      Excluir
  3. Adorei saber mais sobre o Projeto Selva Viva em Taubaté. Que passeio mara pra quem vai com crianças, né? Vou recomendar pros meus amigos que tem filhos! Parabéns pelo artigo

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o projeto. Vamos querer conhecer quando formos para Taubaté para ajudar os animais resgatados e vítimas de tráfico.

    ResponderExcluir
  5. Interessante porque o projeto Selva Viva em Taubaté tem o mesmo propósito que o zoológico de Roma: ou são animais resgatados do tráfico, ou de circos que faliram, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a maioria dos lugares sérios funciona assim agora...

      Excluir
  6. Não fazia ideia da existência desse projeto em Taubaté - vou já enviar pro meu primo q mora lá e tem uma filha criança que pode gostar. O jabuti e os flamingos são fofos, agora cobra... socorro! kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente as cobras assustam um pouco... mas o pior foi o sapo kkk

      Excluir
  7. Sempre ouvi falar de Taubaté mas não sabia dessa incrível atração de lá. Gostei demais saber da existência do Projeto Selva Viva, quero muito conhecer. Amo esse tipo de passeio. Obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir
  8. Que iniciativa legal essa do Projeto Selva Viva, resgatar espécies e educar para a preservação. E as crianças super corajosas pegando até em cobra, kkk, morri só de olhar.

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o projeto Selva viva em Taubaté. Adorei esse projeto! :D Mandei para um amigo que mora ai na cidade :D

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o Projeto Selva Viva. Adorei conhecer um pouco e já me interessei muito. Vou me organizar para visitá-lo em Taubaté. Obrigada por compartilhar

    ResponderExcluir
  11. Que bacana esse projeto Selva Viva, não conhecia. Me interessei lendo seu post. Adoro esse tipo de turismo

    ResponderExcluir
  12. Já quero conhecer o Projeto Selva Viva em Taubaté. Como estou querendo visitar o Vale do Paraíba, vou encaixar este lugar no meu roteiro. Obrigada, Cíntia. Mais uma vez trazendo pra nós as dicas mais legais da sua região. bjs

    ResponderExcluir