Férias escolares de julho - sugestões de viagens e passeios perto de São Paulo

segunda-feira, 28 de junho de 2021

As férias escolares estão aí e, apesar do alívio de 1) as férias de julho estarem acontecendo no mês certo, ao contrário do ano passado, e 2) a vacinação ter dado uma acelerada e muitos adultos já terem tomado a primeira dose, a vida está longe de estar normal para quem gosta de viajar nessa época. Mas isso não significa que não dê para passear um pouco com as crianças e aproveitar as férias, especialmente em locais ao ar livre.
Inspirada por uma amiga que me pediu sugestões de lugares próximos para ir com a família em segurança, fiz uma lista de viagens curtas e passeios até 300 km de São Paulo, tentando fugir dos destinos de inverno mais tradicionais (e consequentemente, mais cheios) e priorizando locais mais sossegados e menos usuais para essa época. A preferência foi também listar lugares que já conhecemos e/ou já estivemos nesse período de pandemia, para ter a certeza de não indicar nenhuma roubada.

O primeiro lugar que indicamos é
São Lourenço, no sul de Minas Gerais, um local já normalmente procurado por quem quer sossego e que faz parte do Circuito das Águas. Um dos melhores passeios na cidade é o Parque das Águas, com mais de 400 mil m2 de área e 9 fontes de água mineral com diferentes propriedades. Ali dá para caminhar, andar de pedalinho no lago, passear tranquilamente e fazer a criançada correr muito. Outra atração bastante conhecida é o Trem das Águas, uma viagem de 10 km até a vizinha Soledade de Minas num trem conduzido por uma antiga locomotiva a vapor. Dá também para visitar a vizinha Caxambu que, por também fazer parte do Circuito das Águas, tem seu próprio Parque das Águas, com cerca de metade do tamanho do parque de São Lourenço mas que possui 12 fontes de água mineral.
Passamos um feriado prolongado em São Lourenço há alguns anos com os malinhas pequenos e fizemos todos esses passeios tranquilamente. Como dica de hospedagem, deixo a sugestão da Vila Chico Hotel Fazenda, que foi onde nos hospedamos. Eles ampliaram bastante o espaço, mas os chalezinhos continuam uma graça (e são bem afastados uns dos outros) e o atendimento é nota 10.
Parque das Águas de São Lourenço
Estação Ferroviária de São Lourenço
Parque das Águas de Caxambu

Na mesma vibe de cidadezinha sossegada e com cara de interior, a próxima indicação é São Luiz do Paraitinga. Localizada a 180 km de São Paulo, na estrada que liga Taubaté a Ubatuba, a cidade tem uma história de renascimento pois seus monumentos históricos foram muito afetados por uma grande enchente em 2010 e totalmente reconstruídos depois dessa tragédia. Dá para fazer um bate-volta e conhecer somente o centro histórico, ou se hospedar na cidade e aproveitar seus arredores - São Luiz tem também várias opções de ecoturismo.
Temos um post completo para um dia na cidade aqui: Roteiro pelo centro de São Luiz do Paraitinga com 2 malinhas
Coreto no centro de São Luiz do Paraitinga
Igreja Matriz
Casa de Oswaldo Cruz

Vizinha de Campos do Jordão mas sem toda aquela badalação (e aglomeração), Santo Antonio do Pinhal tem várias atrações bacanas e perfeitas para aproveitar o clima de inverno da região da serra da Mantiqueira. Um dos que mais gostamos de visitar foi o Jardim dos Pinhais Ecoparque, um parque com jardins temáticos do mundo todo que as crianças vão amar (nosso pequeno dinolover gostou especialmente de uma parte da trilha que tem réplicas de dinos de vários tamanhos).
Outro passeio muito famoso na cidade é o Pico Agudo, local frequentado por praticantes de voo livre e que tem uma vista espetacular da região toda (vale o aviso que nessa época o pico pode ficar cheio nos finais de semana!).
Contamos sobre Santo Antonio do Pinhal aqui: O que fazer em Santo Antonio do Pinhal, na serra da Mantiqueira
Jardim dos Pinhais Ecoparque
Estação ferroviária Eugenio Lefèvre
Pico Agudo

Também na serra da Mantiqueira, mas bem distante das aglomerações de inverno de Campos do Jordão e Monte Verde, fica a sossegada Gonçalves. A cerca de 200 km de São Paulo, a própria estradinha que leva à cidade é uma atração por si só de tão linda. Também com aquela carinha de interior, conta com muitas opções de restaurantes e hotéis-fazenda, aproveitando sua localização privilegiada no alto da serra.
Dá para fazer um bate-volta ou se hospedar por lá e aproveitar as trilhas e cachoeiras. Contamos como foi passear um dia por lá neste post: Um dia em Gonçalves com 2 malinhas e a família do blog Trilhas e Cantos conheceu muitas cachoeiras e conta tudo neste post: O que fazer em Gonçalves, Minas Gerais
Gonçalves vista da estrada
Igreja Matriz de Gonçalves
Ruas sendo preparadas para a procissão de Corpus Christi

Outra opção na serra da Mantiqueira mas pouco conhecida de quem não mora por perto é São Francisco Xavier, um distrito de São José dos Campos a cerca de 150 km da capital. Contando com apenas uma rua principal, tem muitas opções de ecoturismo e turismo rural. Uma boa opção de hospedagem é a Pouso do Rochedo - afastada da região central, tem opção de quartos ou chalés e conta com um roteiro de trilhas dentro da propriedade, com lindas cachoeiras e mirantes incríveis. Fomos a dois mas é uma ótima opção para famílias também, e contamos tudo neste post: São Francisco Xavier - dicas de pousada, trilhas e restaurantes
São Francisco Xavier do alto
Lago na Pouso do Rochedo
Cachoeira em uma das trilhas

Se a ideia for fugir da montanha e curtir os lindos dias de céu azul do inverno na praia, são duas as indicações que podemos dar, ambas no litoral norte: Boracéia, localizada entre Bertioga e São Sebastião, e a Lagoinha, em Ubatuba.

A praia de Boracéia tem muitas vantagens para quem quer fugir de aglomerações e está com crianças: tem mais de 5 km de extensão, é plana, o mar é calmo e não conta com quiosques fixos, só vendedores ocasionais (que são bem raros fora da temporada de verão). Deixo aqui também a indicação de hospedagem: a pousada HB Point fica praticamente em frente à praia (basta atravessar a rodovia e andar poucos metros numa trilhinha bem demarcada), tem acomodações boas, ótimo café da manhã e excelente atendimento.
Todos os detalhes de Boracéia estão neste post: Praia de Boraceia num fim de semana com 2 malinhas
Acesso à praia de Boraceia
Praia só para nós!

Se a ideia for se hospedar em uma casa pertinho da praia, a praia da Lagoinha em Ubatuba é o lugar. Com cerca de 3 km de extensão e praticamente rodeada por condomínios fechados, há muitas opções de aluguel por temporada. O mar é calmo e perfeito para as crianças, e quem quiser um pouco de água doce pode ir até o rio Lagoinha e se divertir nas piscininhas formadas quando a maré está baixa. No ano passado, nas férias escolares de julho que na verdade foram em setembro, passamos alguns dias ali numa casa que alugamos pelo Airbnb e foi perfeito. Contamos sobre essa viagem aqui: Como é a praia da Lagoinha em Ubatuba
Um dos acessos à praia da Lagoinha
Rio Lagoinha

Outra sugestão bacana no litoral mas que vai muito além das praias, é Santos. Pertinho de São Paulo, tem um centro histórico interessante e muitas atrações para as crianças. Quem conta é o blog Viajante Econômica, neste post completinho: Santos com crianças - dicas para divertir a garotada

Para quem quer dicas de passeios de um dia só, os zoológicos são ótimas opções. O Zooparque Itatiba, a 100 km da capital, é um passeio perfeito para um dia. Ocupando uma área de 500 mil m2, o zooparque tem mais de mil animais e foi planejado para ser mais um espaço de lazer que promove consciência ambiental que um simples zoo. Além da trilha principal, há algumas trilhas temáticas (Pantanal, Mata Atlântica e Amazônia), uma mini-fazenda, um Jardim Sensorial e a atração mais recente, o Museu de Evolução e Biodiversidade - um espaço incrível e super bem feito, onde dá para aprender muito.
O post completo sobre o Zooparque Itatiba é esse: Como é o Zooparque Itatiba no interior de São Paulo.
Elefantes no Zooparque Itatiba
Museu da Evolução e Biodiversidade

Na própria capital fica o Zoológico de São Paulo, considerado o maior zoo do Brasil e que já existe há mais de 60 anos, sendo um passeio bem conhecido e tradicional na cidade. Ocupando uma área imensa de mata atlântica, conta com mais de 3 mil animais e outras duas atrações: o Zoo Safari (onde se entra de carro em um recinto com alguns animais) e o Mundo dos Dinossauros (um espaço com dinossauros robotizados). O zoo oferecia também algumas visitas diferenciadas, como um passeio noturno e visitas monitoradas, temporariamente suspensas por conta da pandemia.
Contamos como foi nossa visita aqui: Zoológico de São Paulo com 3 malinhas
Lago no Zoológico de São Paulo
Mundo dos Dinossauros dentro do Zoo de SP

 👉 Dica de mãe viajante: se puder, evite os finais de semana e feriados! Durante a semana os lugares ficam bem mais vazios, tornando os passeios muito mais tranquilos.

Que tal um almoço ao ar livre, com muito espaço para as crianças correrem e brincarem? O Restaurante Spiandorello, entre Jundiaí e Jarinu (a 70 km de São Paulo) é o local perfeito pra isso: tem jeitão de fazenda antiga, comida deliciosa, parquinho e muito espaço ao ar livre. E ainda dá para aproveitar a viagem e parar em algumas adegas da região, como contamos nesse post: O que fazer em Jarinu (SP) com malinhas
Área externa do Restaurante Spiandorello
Lago com patinhos

Outro lugar bem pertinho de São Paulo (80 km) e que tem muitas opções de passeios ao ar livre é Guararema. A gente adora passear por lá e um dos nossos lugares preferidos é o Parque Municipal da Pedra Montada - um parque bem estruturado, com trilhas fáceis, cujo maior atrativo é uma escultura natural formada por duas pedras, uma equilibrada em cima da outra. As crianças amam também a Pedra do Tubarão, uma curiosa formação rochosa que lembra perfeitamente um tubarão. Guararema também oferece um passeio de trem até o distrito de Luís Carlos, curtinho e na medida para uma manhã ou uma tarde agradáveis. E por fim, não pode faltar uma caminhada no Recanto do Américo, um parque à beira do rio Paraíba do Sul, com pontes suspensas que viram uma aventura.
Temos um post com todos as atrações de Guararema aqui: Roteiro em Guararema com 2 malinhas
Pedra do Tubarão no Parque da Pedra Montada
Recanto do Américo
Distrito de Luís Carlos

E lugares fechados, será que dá para arriscar? Baseado na nossa experiência, diria que sim, desde que os locais respeitem as restrições de número de visitantes.
Um lugar super bacana que visitamos recentemente e foi bem tranquilo foi o Museu das Ilusões, localizado dentro do Shopping Eldorado. As visitas são agendadas com número bastante restrito de visitantes, os experimentos ficam espalhados em salas espaçosas e os funcionários ficam constantemente limpando os locais onde os visitantes põem as mãos. Embora esteja dentro de um shopping, consideramos um passeio bastante seguro - e divertidíssimo, nós adultos e os malinhas adoramos e tiramos fotos ótimas! Contamos tudo neste post: Como é o Museu das Ilusões em São Paulo
Entrada do Museu das Ilusões
Casa Maluca

Sabemos que várias outras atrações culturais em São Paulo estão operando dessa maneira (visitas agendadas e restrição do número de visitantes), entre eles o Catavento Cultural, a Pinacoteca e o Farol Santander, mas como não estivemos recentemente em nenhum deles não podemos deixar nossa impressão aqui - mas vale pesquisar nos respectivos sites e acompanhar nas redes sociais. Quem for em qualquer um deles depois conta pra gente como foi?

Espero que as dicas ajudem e que em breve possamos passear e viajar sem tantas restrições, não é mesmo? Por ora, vamos aproveitar as férias, descansar e renovar as esperanças de volta à normalidade no segundo semestre (praticando o otimismo aqui 😉 porque a realidade não anda fácil).

📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📚 Compre livros e muito mais aqui: Amazon
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-


12 comentários:

  1. Adorei Cintia suas dicas de passeios para as férias de julho. As crianças precisam mesmo mudar um pouco de ares nesses tempos de pandemia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Hebe! Todos precisamos mudar um pouco de ares, não?

      Excluir
  2. Adorei sua listinha de passeios perto de SP! Estou querendo aproveitar julho para conhecer Boraceia, nunca fui e parece lindo!

    ResponderExcluir
  3. Quantos lugares gostosos pertinho de São Paulo! Desde que compramos uma casa num condomínio de chácaras, deixamos de fazer esses passeios, sinto falta.

    Acho que praia em julho é muito bom. Além de ser tranquilo, é uma chance de fazer atividades na areia, deixando o protagonismo que mar tem no verão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amamos praia no inverno - a questão é ter sorte de pegar uns dias mais quentes, pois em SP o inverno inclui todas as estações do ano rsrsrs

      Excluir
  4. Oi,Cintia
    Gostei muito das dicas de lugares para curtir as férias escolares de julho em São Paulo na pandemia e vou incluí-las nos meus roteiros de viagem fora de temporada e sem crianças. rs rs rs Muitos lugares que desejo há tempos conhecer. beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha isso mesmo Lilian, dá pra conhecer todos os lugares mesmo sem a desculpa de ter crianças!

      Excluir
  5. Sensacional este post para as férias curtas de julho. Amei conhecer em detalhes essa lista de destinos para viagens perto de São Paulo. Há muitos destinos que quero conhecer como Santo Antônio do Pinhal e São Francisco Xavier. Espero que seja breve!

    ResponderExcluir
  6. As férias de julho são ótimas para viajar. Pena estarmos numa pandemia senão estaríamos viajando para lugares mais distantes. Mas acho que você acertou muito nestas dicas de onde ir com as crianças de forma segura num raio de até 300 km. Como moro no litoral, fica um pouco mais distante para fazer bate-volta. Então o jeito é ficar dois ou três dias em hotéis que cumprem os protocolos de segurança. Obrigada pelas dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Cecília, essa era a ideia. Viagens curtas e seguras!

      Excluir