Top 10 lugares para curtir a natureza com as crianças

sexta-feira, 24 de abril de 2020

Que a gente gosta de ecoturismo, não é segredo para quem acompanha esse blog. Nós moramos em apartamento há muitos anos e os malinhas nasceram sem quintal, por isso valorizamos muito que eles tenham contato com a natureza sempre que possível. Gostamos de parques e trilhas leves, e acabamos conhecendo vários lugares no Brasil perfeitos para passeios ao ar livre com crianças.

Selecionamos 10 lugares, entre parques e atrações naturais, para quem quer sugestões para aproveitar a natureza em família. E temos também um post com dicas bem básicas para incentivar as famílias a fazerem trilha com os pequenos: DICAS BÁSICAS PARA CURTIR TRILHAS COM CRIANÇAS 


1- Parque Natural Municipal de Petrópolis (RJ)
Localizado na Avenida Ipiranga, no centro histórico de Petrópolis, o Parque Natural Municipal de Petrópolis é uma surpresa em meio a tantos prédios históricos. Um recorte de mata atlântica no meio da cidade, muito preservado e que conta com duas trilhas de 800 metros aproximadamente - que não são planas (afinal, Petrópolis fica encravada no meio de morros) mas ainda assim bem fáceis, e que não requerem nenhum preparo físico.  É possível caminhar calmamente só apreciando a vista e tirando lindas fotos. Embora o parque não seja grande é impressionante que, conforme caminhamos pela trilha, mais e mais longe ficam os barulhos da cidade e mais se ouvem os passarinhos e sons típicos da mata.
A entrada é gratuita e na portaria os visitantes recebem diversas orientações, inclusive aquelas básicas de não tocar nem alimentar os animais que eventualmente apareçam no caminho (há muitas preguiças e saguis) e jamais deixar lixo nas trilhas, assim como algumas mais específicas e assustadoras, como retornar imediatamente à entrada do parque no caso de chuva, por conta do alto risco de deslizamentos de terra. 
Conhecemos esse parque na nossa visita à cidade de Petrópolis, o post completo da viagem pode ser conferido aqui: ROTEIRO EM PETRÓPOLIS: 4 DIAS COM 2 MALINHAS

2- Trilha Ecológica do Museu da Água em Indaiatuba (SP)
Localizado no interior de São Paulo, a menos de 1 hora da capital, o Museu da Água fica às margens da Represa do Cupini no município de Indaiatuba e é uma excelente opção de lazer para a família toda. Além do museu em si, que é pequeno mas bem bacana e fala sobre a importância da água e a história dos serviços de captação e distribuição de água ao longo dos anos ali na região, é possível fazer uma trilha em volta da represa. A Trilha Ecológica é pavimentada e plana, totalmente acessível mesmo àqueles com dificuldades de locomoção, e fica em meio a um dos poucos remanescentes de Mata Atlântica e Cerrado no estado de São Paulo. No caminho há diversas placas explicando a importância da mata ciliar na preservação de mananciais de água - caso da represa, que abastece a cidade de Indaiatuba desde a década de 30 - e outras informações interessantes.
É possível também se refrescar numa biquinha de água cristalina que fica no meio da trilha, além de tirar fotos lindas da represa. A entrada é gratuita e o museu oferece uma programação educativa e vários eventos ao longo do ano.
Para saber mais sobre o Museu da Água vale conferir o post da nossa visita aqui: MUSEU DA ÁGUA EM INDAIATUBA

3- Parque Municipal da Pedra Montada em Guararema (SP)
Localizada também no interior de São Paulo, bem pertinho da capital, Guararema é uma cidadezinha perfeita para um bate-volta. Tem vários restaurantes deliciosos e aquela cara simpática de cidade do interior, com diversas atrações para a família toda - entre elas a nossa preferida: o Parque Municipal da Pedra Montada.
O parque fica um pouco mais afastado da cidade (cerca de 8 km) e a grande atração da natureza ali é a tal "pedra montada" - uma escultura natural formada pela sobreposição de duas pedras enormes (cerca de 9 m de comprimento e 2,5 m de altura). Há também uma outra escultura natural que parece um tubarão perfeito e as crianças vão ficar fascinadas! Os malinhas amaram e quiseram tirar várias fotos 🐟
A estrutura do parque é ótima e as trilhas são bem demarcadas e fáceis, pois a vegetação não é muito abundante. A entrada é gratuita e o local conta com lanchonete e restaurante próprios.
Temos um roteiro pela cidade de Guararema neste post: ROTEIRO EM GUARAREMA COM 2 MALINHAS

4- Parque Estadual Campos do Jordão (SP)
Conhecido regionalmente como Horto Florestal, o Parque Estadual Campos do Jordão é um dos mais antigos parques do Brasil e ocupa cerca de 40% da área do município de Campos do Jordão, famoso destino de inverno na Serra da Mantiqueira. A entrada do parque fica a 13 km do burburinho central e sua vegetação é um remanescente importante de mata atlântica.
O parque conta com uma ótima estrutura: tem restaurante, churrasqueiras, locais para piquenique, parquinho, viveiro de mudas, aluguel de bicicletas, arborismo, tirolesa e mais de 12 km de trilhas. Mas também é possível só passear livremente, conhecendo os vários lagos e bosques, sem compromisso com esportes. Já estivemos lá várias vezes, inclusive com nossa malinha bebê, e sempre foi um ótimo programa em Campos do Jordão.
O valor da entrada é R$ 15 (crianças até 6 anos não pagam - valor em março/2020), os esportes e o aluguel das bicicletas são pagos à parte, pois não são administrados pelo parque.
Campos do Jordão tem muitas opções excelentes de ecoturismo e fiquei até em dúvida sobre qual recomendar neste post, mas tem mais programas na cidade aqui: 6 LUGARES IMPERDÍVEIS EM CAMPOS DO JORDÃO

5- Serra do Corvo Branco em Urubici (SC)
Embora a serra catarinense seja lindíssima ouvimos falar pouco de suas atrações - com exceção talvez da super famosa Serra do Rio do Rastro. Mas há muitas atrações naturais na região, especialmente na cidade de Urubici, a apenas 170 km de Florianópolis.
Um lugar que apesar de não ser parque ou trilha nos impactou demais foi a Serra do Corvo Branco - na verdade uma estrada entre as montanhas, que liga Urubici ao município de Grão-Pará. Mas não é preciso descer (ou subir) totalmente a serra para se encantar com sua grandiosidade - logo no início dela, no corredor entre os paredões de pedra de mais de 90 m de altura, já ficamos sem fôlego. Esse ponto é considerado o maior corte em rocha do Brasil e é possível sentir o respingar de água do Aquífero Guarani, a maior reserva de água doce do mundo e que passa por ali (e se espalha pela Argentina, Paraguai e Uruguai, além de outros estados do Brasil - tem mais informação nesse link).
A paisagem é deslumbrante! A estrada é bem deserta e passam pouquíssimos veículos (corajosos!). Avançamos a pé por ela e descemos um pouco de carro (a estrada é pavimentada apenas nos primeiros quilômetros e tem várias curvas de 360o), mas o que vale mesmo é brincar com o vento, sentir a "chuvinha" provocada pelas rochas úmidas e se sentir pequenininho de tudo em meio àquelas rochas enormes. 
Nosso roteiro completo na serra catarinense pode ser conferido aqui: SERRA CATARINENSE A 4

6- Trilha para a Praia Preta em Ilha Grande (RJ)
Ilha Grande, no estado do Rio de Janeiro e onde só se chega via barco, é um paraíso de praias e trilhas das mais diversas dificuldades. Em muitos casos, para chegar a uma praia é preciso combinar barco e trilha - como é o caso da super famosa praia de Lopes Mendes, presença constante nas listas de "praias mais bonitas do mundo". Mas é possível fazer passeios bem mais leves e ainda assim aproveitar as belezas da ilha - esse é o caso da trilha que leva ao antigo Lazareto, no final da Praia Preta. Uma trilha plana, tranquila e bem sinalizada, onde é comum topar com macaquinhos pulando nas árvores, e próximo do final é possível acessar a praia, que recebeu o nome de Praia Preta por causa da cor da areia, bem escura na maior parte, assim como são pretas as pedras enormes espalhadas pela praia.
Seguindo um pouco mais adiante após as ruínas do Lazareto (que foi hospital para tratamento de hanseníase e depois virou prisão na era Vargas, e finalmente implodido em 1994) é possível encontrar o antigo aqueduto, responsável pela água fornecida ao presídio. Logo perto dele fica o Poção, uma piscina formada pelo rio no meio das pedras. É um passeio tranquilo e bem acessível para fazer com as crianças. A partir do aqueduto começam outras trilhas, que levam a cachoeiras e outros mirantes, mas que são de nível mais difícil.
Tem mais informações no post completo dessa viagem: ILHA GRANDE (RJ) COM 3 MALINHAS

7- Trilha para a Pedra Redonda em Monte Verde (MG)
Monte Verde, esse pequeno distrito da cidade de Camanducaia, em Minas Gerais, é muito conhecido e procurado como destino de inverno, mas também conta com muitas opções de ecoturismo. Uma das mais famosas trilhas por ali é a que leva à Pedra Redonda - que pode ser feita por conta ou com guias (há muitas agências em Monte Verde que oferecem esse serviço). Mas por ser uma trilha considerada fácil é perfeitamente possível fazê-la sem guia.
É possível ir de carro até o início da trilha, onde há um estacionamento (pago) e uma certa estrutura (banheiros e lanchonete). O trecho inicial é relativamente plano e tranquilo, com alguns degraus de madeira em determinados pontos. No fim desse trecho há um mirante onde é possível descansar e tirar fotos lindas. Depois dali ainda há cerca de meia hora de caminhada em trecho mais íngreme, até se chegar ao topo - a mais de 1900 m de altura, bem na divisa entre os estados de São Paulo e Minas, é possível ver Camanducaia do lado mineiro e boa parte do Vale do Paraíba do lado paulista.
Vale dizer que essa trilha é um pouco mais difícil que as anteriores, mas o visual é lindo e é uma aventura e tanto para as crianças.
Fizemos outras trilhas e passeios em Monte Verde, tem todos os detalhes aqui: MONTE VERDE COM 2 MALINHAS

8- Trilha do Bauzinho em São Bento do Sapucaí (SP)
Mais um lugar lindo na Serra da Mantiqueira! Entre as cidades de Campos do Jordão e São Bento do Sapucaí fica o Complexo da Pedra do Baú - que não é um parque, mas sim área de proteção ambiental, com objetivo de explorar o turismo de forma organizada e sustentável. Por causa disso é cobrada a entrada dos visitantes (R$ 10) nesse complexo que abrange 3 rochas: a Pedra do Baú (mais alta e mais famosa entre elas, com 1950 m de altura), Ana Chata e Bauzinho (a única que é possível chegar ao topo somente por trilha, as demais são mais íngremes e a chegada ao cume envolve graus diversos de escalada). Dali do complexo saem trilhas para todas as 3, e inclusive é possível ir de carro até o ponto onde realmente tem início a trilha (nós fomos caminhando mesmo, é um trecho curto de estrada de terra).
A trilha do Bauzinho propriamente dita tem pouco mais de 300 m, e embora seja curtinha é bem íngreme e leva-se cerca de meia hora para chegar ao topo. Eu tenho medo de altura e não fui até a pontinha pois era necessário passar por uma parte mais estreita sem proteção dos dois lados, mas mesmo dali a vista é linda e é possível ver um dos lados da Pedra do Baú bem de pertinho. 
Mais detalhes e outras fotos lindas neste post aqui: TRILHA DO BAUZINHO EM SÃO BENTO DO SAPUCAÍ COM CRIANÇAS

9- Parte baixa do Parque Nacional de Itatiaia (RJ)
O Parque Nacional de Itatiaia, o mais antigo parque nacional do Brasil e cuja área se estende entre os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, é muito famoso por abrigar o Pico das Agulhas Negras - e por isso pode afastar os desavisados, que podem pensar que ali só tem trilha nível hard. Mas existe também a parte baixa do parque, acessível de carro e que é um passeio e tanto mesmo para quem não quiser fazer as trilhas - lembrando que dentro da área do parque existem trilhas de todos os níveis. Paga-se R$17 para entrar e é possível entrar de carro e ir parando nos pontos principais.
O Complexo do Maromba, por exemplo, não requer grandes caminhadas e é lindo! Vale também conferir o Centro de Visitantes e conhecer mais sobre a história e o relevo do parque, assim como detalhes de sua fauna e flora - as crianças vão amar ver os animais empalhados e o monte de insetos nos quadros. E ao final, vale parar no Mirante do Último Adeus e tirar fotos lindas do final de tarde.
É um passeio para passar o dia e aproveitar muito! Tem mais detalhes da parte baixa do parque neste post aqui: ITATIAIA E PENEDO EM UM FIM DE SEMANA COM 2 MALINHAS

10- Trilha para a Cachoeira do Alcantilado (RJ-MG)
De todos os lugares citados neste post, esse é o que tem a trilha mais pesada - a boa notícia é que não é preciso subir até a cachoeira para desfrutar de paisagens lindas e quedas d'água super convidativas a um mergulho!
Localizada bem na divisa das cidades de Bocaina de Minas (MG) e Visconde de Mauá (RJ), o Sítio Cachoeiras do Alcantilado cobra uma taxa de entrada (R$22) para os visitantes aproveitarem uma sequência de pequenas cachoeiras e piscinas naturais, até o ponto alto da propriedade: a Cachoeira do Alcantilado, uma queda d'água com 50 m de altura.
A trilha até a cachoeira tem extensão total de 1,5 km, sendo que os últimos 300 m são os mais difíceis (pelo cansaço de ter chegado até ali e por ser um trecho bem íngreme), mas vale dizer que quem não quiser subir ainda assim vai aproveitar os trechos planos, muitos deles gramados, ou as pequenas quedas d'água e piscinas. A estrutura da trilha toda também é muito boa, com placas indicando distâncias e os principais pontos de interesse (há várias grutas no caminho, por exemplo), assim como escadas e corrimãos nos trechos íngremes e pontes para atravessar os rios.
Tem mais detalhes neste post completo sobre o Vale do Alcantilado: VALE DO ALCANTILADO - ECOTURISMO EM VISCONDE DE MAUÁ

🌍🌎🌏

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva com o tema "TOP 10" - confira abaixo os posts dos blogs participantes! 👇
📌 Expedições em Família | Top 10 cidades da Estrada Real
📌 Experiência Barbara | Minhas TOP 10 experiências bárbaras!
📌 Me Leva Viajar | Top 10 filmes sobre viagens na Netflix!
📌 MEL a Mil Pelo Mundo | Dicas de restaurantes em Madrid - 10 lugares imperdíveis
📌 Mystras | Top 10 pelo mundo
📌 Pelo Mundo com Manu | Top 10 Destinos Capixabas Incríveis
📌 Uma Viagem Diferente | 10 Lugares Para Ver São Paulo do Alto

📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🏨 Reserve sua hospedagem aqui: Booking 
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- 👇 Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-



16 comentários:

  1. Adorei sua seleção... cheia de lugares que estimulam o aprendizado das crianças.

    ResponderExcluir
  2. Como faz quando a vontade é conhecer todos os Parques? Afinal, um passeio por eles faz um bem só! Esperar para poder usufruir das nossas belezas naturais novamente!

    ResponderExcluir
  3. Acho muito legal você incentivar as crianças a gostarem desse tipo de passeio e do contato com a natureza desde cedo. É um hábito saudável e que também que ensina a criança a ter paciência e foco no objetivo de chegar até o fim da trilha!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom relacionar atividades na natureza para se fazer com as crianças! Já incentiva os pequenos a entrarem em contato com esse ambiente tão importante e ajuda também os adultos que querem ir para um destino assim e irão levar seus filhos. Ótimo post!

    ResponderExcluir
  5. Acho incrível levar os pequenos nesse tipo de passeio. Gosto de fazer isso com a minha galerinha. Adorei essa lista e vou tentar incluir uma dessas opções nas nossas próximas viagens Adorei o post!

    ResponderExcluir
  6. Que máximo suas dicas! Sempre levo meu pequeno para passeios junto a natureza é acabei de salvar alguns destinos na minha lista. Obrigada por compartilhar

    ResponderExcluir
  7. Deyse Marinho de Abreu25 de abril de 2020 17:58

    Achei sensacional esse Top 10 de lugares pra curtir a natureza com as crianças! Nós, particularmente, amamos andar pelo mato com a nossa filha! Acreditamos que isso seja muito importante para o conhecimento de Mundo pra ela, além de ser um ótimo passeio em família, uma grande malhação! E respirar o ar puro em meio à imensa natureza, além de apreciar as belas paisagens, é maravilhoso. Embora tenha ido à região do Itatiaia, Campos do Jordão e a Petrópolis, não marcamos presença nos parques. De sua lista conhecemos apenas a Pedra Redonda em Monte verde e a Serra em Urubici. A Pedra do Baú a vimos de longe, quando visitamos o Museu Felícia Leirner em Campos do Jordão. Amei seu Top 10 e em breve, se Deus quiser, conheceremos os restantes!

    ResponderExcluir
  8. Que super lista de lugares para curtir a natureza com criança. É tão bom poder passear na natureza e proporcionar esse contato para os baixinhos. Essa lista também é boa para os adultos! :)

    ResponderExcluir
  9. Amo a alma aventureira e desbravadora. Super legal acompanhar as aventuras da família! Vocês já foram a lugares fantásticos e incentivam as crianças a conviver e apreciar a natureza. Estão de parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Não é atoa que os malinhas estão sempre com as carinhas felizes nas fotos, as aventuras dessa turminha são boas mesmo.
    As dicas são incríveis, curtir a natureza com a família é tudo de bom. Acaba logo, quarentena, pra soltar os pimpolhos no mundo.
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  11. Adorei todas as dicas! A criançada deve adorar esses passeios! =)

    ResponderExcluir
  12. Uau!! Quanta energia pra gastar com essa gurizada! As meninas eram super fãs dessas aventuras quando menores e a pequena sempre pede por uma aventura. Ótimas dicas!!

    ResponderExcluir
  13. Que Show! Ótimas dicas! Já é bom criar esta paixão desde pequeninho né!? Eu queria que meus pais tivessem melevado para destinos assim, heheh! Um abraço e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  14. Incentivar as crianças a ter esse contato com a Mãe Natureza é excelente sobre todos os aspectos. Acho lindo como vocês interagem e participam com as crianças em tantas atrações diferenciadas. Um exemplo!! Muito bacana!! Estão de parabéns!! Lindos locais mostrados no blog!!

    ResponderExcluir
  15. Excelente seleção, o contato das crianças com a natureza é fundamental.

    ResponderExcluir
  16. Que delicia esse contato com a natureza e ver que as crianças curtem isso. Muito bacana mesmo. Parabéns pelo post. Bejios Hebe

    ResponderExcluir