Prado e Cumuruxatiba: pousadas, restaurantes e outras informações

domingo, 26 de janeiro de 2020

Já contei um pouco no post anterior - PRADO E CUMURUXATIBA: GUIA DE PRAIAS E PASSEIOS - das nossas razões para escolher esse destino no sul da Bahia para nossa viagem de final de ano em família. Já sabíamos da beleza das praias, das famosas falésias, da visita das baleias jubarte em alguns meses do ano... mas estando lá descobrimos muitos outros aspectos que nem imaginávamos! Neste post vou contar algumas curiosidades, uma ou outra informação útil e dicas de onde se hospedar e onde comer em Prado e Cumuruxatiba - lembrando que estivemos lá na semana do réveillon, altíssima temporada.


⛵ Sobre Prado e seu distrito Cumuruxatiba
Prado é um dos municípios mais antigos da Bahia e do Brasil, e tem aquela típica aparência de cidade pequena, onde o "agito" se concentra em torno da Igreja Matriz e na praça em frente a ela. O município tem 84 km de lindas praias e abriga também o Parque Nacional do Descobrimento, que infelizmente está fechado a visitação (segundo soubemos, por conta de discordâncias entre os diferentes órgãos governamentais - ICM-Bio, Funai e os governos estadual e federal).
A cidade de Prado tem cerca de 27 mil habitantes e tem uma certa infraestrutura - muitas opções de hospedagem, ótimos restaurantes, várias agências de turismo, pronto-socorro e postos de saúde, postos de gasolina, algumas agências bancárias (vimos Bradesco e Banco do Brasil) e vários festivais e outras iniciativas com foco em atrair os turistas. A maioria das praias na estrada que liga Prado a Cumuruxatiba conta com barracas e vendedores ambulantes, assim como algumas pousadas, restaurantes e campings.

Cumuruxatiba, seu distrito distante 32 km (sendo grande parte em estrada de terra) é outra conversa: a pequena vila de pescadores é muito mais rústica, embora simpática. Apesar da boa rede hoteleira e de bons restaurantes, não conta com posto de gasolina nem agências bancárias, por isso é bom chegar lá já prevenido: tanque cheio e dinheiro o suficiente para pequenas despesas. Internet também é coisa difícil (meu celular Claro não tinha sinal em lugar algum, não sei quanto a outras operadoras), e mesmo o wi-fi dos lugares não é 100% confiável - uma chuva derruba o serviço de internet na vila inteira, como aconteceu enquanto estávamos lá. Mas as praias mais bonitas, na nossa opinião, ficam depois de Cumuruxatiba. E com exceção da Barra do Cahy, que conta com uma barraca, não há nenhuma estrutura nas demais praias.
👉Saiba mais sobre as praias de Prado e Cumuruxatiba neste post: GUIA DE PRAIAS E PASSEIOS

🚗 Como chegar e se locomover em Prado 
Essa é uma região que não dá pra conhecer bem sem carro, pois o transporte público é precário e as praias são distantes umas das outras. Nós viajamos de carro desde São Paulo, mas é possível voar até o aeroporto de Teixeira de Freitas, a 80 km de Prado, e alugar um carro para poder se locomover entre as praias.
👉 Dica para encontrar passagens em promoção: utilize o site Passagens Promo
👉 Se precisar alugar um carro, consulte aqui o site da RentCars

🌄 Sobre o Monte Pascoal e a chegada dos portugueses
Durante a nossa viagem, descobrimos que pertence ao município de Prado o local onde os portugueses aportaram em terras brasileiras pela primeira vez - e não a Porto Seguro, como a maioria pensa. De acordo com os historiadores, o ponto exato, descrito por Pero Vaz de Caminha à Coroa Portuguesa, é a foz do rio Cahy, na praia de mesmo nome e uma das mais bonitas da região. Contei sobre ela lá no post sobre as praias.
Em alguns pontos da estrada para a praia do Cahy é possível ver o Monte Pascoal bem de longe (nós só identificamos que era ele porque tínhamos visto uma foto e reconhecemos o formato), mas do mar ele se destaca na paisagem, exatamente como aprendemos na escola.

🍴 Onde comer em Prado e Cumuruxatiba
A cidade de Prado tem uma tradição gastronômica forte (e vários festivais gastronômicos ao longo do ano), e isso foi uma surpresa deliciosa (com o perdão do trocadilho 😋). Sabíamos sobre o Beco das Garrafas, uma ruazinha onde se concentra a maior parte dos restaurantes, mas não tínhamos noção de como a comida era boa! Logo no primeiro dia nos surpreendemos no Donna Flor, onde comemos um prato de peixe assado na folha de bananeira delicioso e com uma apresentação maravilhosa (infelizmente a fome era tanta que nem foto deu tempo de tirar 😋), além dos sucos lindos (que deles sim, tiramos muitas fotos!)
Ainda no Beco das Garrafas, nos lambuzamos com os hambúrgueres deliciosos do Tribos do Beco, ao som de rock - o que melhorou ainda mais o sabor dos sanduíches.
Também nos encantamos com o Belo Café, na rua ao lado da igreja. Uma casa antiga com uma decoração incrível, onde os cardápios são feitos com capas de vinis antigos e as paredes cheias de poesia - sem falar dos sanduíches, cafés, tapiocas e outras delícias que servem ali. Não à toa estava sempre lotado.
E no nosso último dia em Prado, experimentamos as tapiocas do Empório da Tapioca, que fica na Praça Redonda, a poucos metros do Beco das Garrafas e de onde estávamos hospedados. Eu que nunca fui super fã de tapiocas fui deliciosamente surpreendida pelas servidas lá, umas combinações diferentes e maravilhosas!
Já em Cumuruxatiba, jantamos fartamente no Samburá Duzé, um restaurante com ambiente super agradável, ao lado da pracinha principal: dividimos o estrogonofe de camarão e o peixe frito entre nós 5, e ainda matamos a saudade do arroz com feijão.
Outro lugar maravilhoso com ambiente incrível é o Restaurante do Hermes, onde se come olhando para o mar, com atendimento nota 10 e pratos com frutos do mar de comer rezando.
E por fim, nosso queridinho em Cumuruxatiba: o Gelato Café, onde experimentamos quase tudo, menos o café 😄 Um ambiente descoladinho, também sempre lotado, onde servem sanduíches, salgados, sorvetes, cafés e uma torta holandesa que deixou saudades!
👉 Uma curiosidade: apesar da imensa quantidade de coqueiros na região, não havia sequer um vendedor de cocos nas praias! Mesmo nos restaurantes foi difícil encontrar. 

🛏 Hospedagem em Prado 
Em Prado, nos hospedamos na Pousada Canto do Rio. Achamos a localização excelente, entre o rio Jucuruçu (e uma vista incrível) e o Beco das Garrafas, o atendimento ótimo e o café da manhã um dos melhores que já experimentamos. 
Nosso quarto era espaçoso e acomodou super bem nós 5, com uma cama de casal num cômodo e 3 camas de solteiro em outro, ventiladores e aparelhos de ar condicionado em cada cômodo, e uma varandinha com vista para o rio. 
Como passamos a virada do ano ali, dentro do nosso pacote de hospedagem estava incluída uma pequena festinha de réveillon para os hóspedes na beira da piscina, com espumante e uma mesa de frios. Tudo muito caprichado e feito com carinho pelos proprietários da pousada.
Como nem tudo são flores, vale dizer que a Bahia é a Bahia e faz festa como? Sim, com trio elétrico! E semana de réveillon é meio como carnaval, e tem festa toda noite até virar o ano. Para quem gosta de festa e vai em busca de se divertir, é perfeito... mas pra nós que 1) não gostamos de carnaval nem de axé e 2) fomos em busca de sossego e passeios diurnos, foi meio tenso dormir ouvindo som alto até a madrugada. Esse é o preço de se viajar em altíssima temporada, apesar da localização excelente. Fica nosso conselho de, caso vá viajar durante o fim do ano, carnaval ou outro período de festas, perguntar na hospedagem como é essa questão do barulho, para não ter surpresas.

🛏 Hospedagem em Cumuruxatiba
Em Cumuruxatiba, nos hospedamos na Pousada Luana, uma das pousadas mais simpáticas e bem estruturadas que já ficamos. No formato de chalezinhos espalhados por um gramado super bem cuidado, também nos acomodou bem - quando viajamos em 5 sempre temos essa preocupação, pois não é muito fácil encontrar quartos que nos acomodem todos juntos. 
Nosso chalé tinha 2 cômodos, um com uma cama de casal e uma de solteiro, e no outro 2 camas de solteiro. O banheiro era ótimo e o chuveiro excelente, e todos os chalés contam com uma rede do lado de fora - o que dá um ar ainda mais aconchegante. O café da manhã era super bem servido, com muitas opções e tudo fresquinho e delicioso. Em todos os detalhes dá pra perceber o cuidado com o conforto dos hóspedes - sem luxos, mas muito bom.
A Pousada Luana fica num ponto mais alto da vila, com uma vista maravilhosa. Do outro lado da rua há alguns bancos e mesinhas, para apreciação da vista e uso do wi-fi, já que dentro dos chalés o sinal é bem ruim.
Deixo aqui meu agradecimento à Jalene, proprietária da pousada, e à sua filha Luana, que me ajudaram num aperto médico urgente. As duas foram extremamente simpáticas e super solícitas! Aliás, simpatia é o forte ali: todos os funcionários da pousada foram extremamente simpáticos e solícitos.

Links úteis:
👉 Site da Prefeitura de Prado, com calendário de festas e festivais
👉 Guia da cidade de Prado, com informações turísticas
👉 Nosso post sobre as praias e passeios: Prado e Cumuruxatiba - guia de praias e passeios

📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🏨 Reserve sua hospedagem aqui: Booking 
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- 👇 Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-

14 comentários:

  1. Muito boas as dicas de hospedagem e restaurantes em Prado e Cumuruxatiba, todas anotadas para quando for visitar as cidades. Obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir
  2. Prado dá-nos... asas? :) Belas fotos. Boa partilha. Em poucos dias é a segunda vez que Prado surge no meu horizonte... quererá isso dizer algo? :)

    ResponderExcluir
  3. Prado e Cumuruxatiba parecem uma delícia de destino, praias tranquilas, comida boa (fiquei a pensar no peixe na folha de bananeira). Lindo!

    ResponderExcluir
  4. Que bacana que vc gostou da região! Ficaram nas mesmas pousadas que nós! Também gostei!!

    ResponderExcluir
  5. As estradas para as praias são muito ruins ou podemos alugar um carro comum mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há alguns trechos um pouco mais difíceis, mas dá pra encarar com carro comum sim.

      Excluir
  6. Gostei muito das dicas de Cumuruxatiba e Prado. Não conheço a região, mas adoraria conhecer. Salvei as dicas e espero ir em breve!

    ResponderExcluir
  7. Cumuruxatiba me pareceu aquele destino perfeito para fugir da agitação da cidade e poder deixar as crianças livres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem isso mesmo! Acredito que fora de temporada seja ainda mais tranquilo.

      Excluir