Exposição Dinossauros - Patagotitan - O Maior Dinossauro do Mundo

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Quem nos segue aqui há algum tempo já sabe que temos um pequeno dinolover em casa. E fazemos questão de incentivar esse interesse do nosso menino visitando museus e exposições que tenham temática de dinossauros (além de alimentar a vasta biblioteca que ele tem no quarto e assistir as trilogias Jurassic Park e World até cansar 😄) - conhecemos tantos lugares e livros que já renderam dois posts aqui no blog: 

Sendo assim, nunca perdemos a oportunidade de conhecer um lugar ou exposição novos - por isso logo que soubemos da Expodinos já nos programamos para ir!
A Expodinos estreou dia 10 de setembro de 2022 e está prevista para ficar em cartaz até final de novembro no Pavilhão das Culturas Brasileiras (Pacubra) dentro do Parque Ibirapuera, em São Paulo. A maior parte do acervo - réplicas de fósseis e alguns fósseis verdadeiros - veio do Museo Paleontológico Egidio Feruglio, localizado em Telew, na Patagônia argentina. E a grande estrela da exposição é o Patagotitan, um gigante de mais de 37 metros de comprimento, considerado o maior dinossauro já descoberto no mundo, que habitou aquela região.
Mas além desse gigante argentino há réplicas de outros dinos interessantíssimos, que os pequenos dinolovers vão amar com certeza - o nosso, em especial, amou ver a cabeça do Giganotossauro e ficou fascinado com os carnívoros pequenininhos, que lembram os velociraptores dos filmes.
cabeça do Giganotossauro
examinando o Eoraptor

Além disso, há também muita informação sobre a origem dos continentes, a evolução dos dinossauros, detalhes anatômicos... ao todo são 20 fósseis e 16 esqueletos completos, incluindo o do Patagotitan, que praticamente domina uma das áreas da exposição.
Patagotitan, a estrela da exposição
cabeça do carnotauro
monitora explicando detalhes anatômicos

E para nossa alegria, tivemos a oportunidade de conhecer pessoalmente o professor e paleontólogo Luiz E. Anelli, curador e responsável científico da exposição, que estava lá durante a nossa visita. Foram alguns minutos de tietagem, com direito a fotos e autógrafos em dois livros muito especiais de sua autoria: Dinos do Brasil e Novos Dinos do Brasil (falamos desses livros neste post: Livros infantis para viajar pelo Brasil)
Prof. Luiz Anelli, paleontólogo, escritor e curador da exposição

Do lado de fora há uma lojinha cheia de coisas bacanas - inclusive os livros Dinos do Brasil -, um café, um espaço onde as crianças podem brincar de paleontólogo (escavando um dino), um simpático dino que se mexe e um espaço de realidade aumentada.

👉 Como chegar & onde comprar os ingressos & para saber mais
A exposição acontece no Pavilhão das Culturas Brasileiras (Pacubra) - Parque do Ibirapuera - São Paulo
Mais informações nas páginas oficiais da exposição no Facebook e no Instagram
Para comprar os ingressos: Livepass Brasil
Matéria do Fantástico sobre os fósseis apresentados na exposição: Uma viagem à Patagônia pré-histórica

📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📚 Compre livros e muito mais aqui: Amazon
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-


Onde nasce o rio Tietê: Parque Nascentes do Tietê em Salesópolis

quinta-feira, 8 de setembro de 2022

Quem passa pela Marginal Tietê na cidade de São Paulo pode nem imaginar que aquele rio judiado e fedorento nasce a pouco mais de 100 km dali, um fiozinho de água límpida em meio a uma reserva de mata atlântica.
Esse rio tão paulista - cruza 62 municípios dentro do estado de SP - e tão importante historica e economicamente, tem uma peculiaridade: ao contrário da maioria dos rios, ele corre para o interior e não para o mar. Nasce na Serra do Mar, mais especificamente no pequenino município de Salesópolis, e percorre mais de mil quilômetros pelo estado até desaguar no majestoso rio Paraná.
E apesar de ser um rio tão importante, a nascente do Tietê só foi mapeada em 1954, encontrada dentro de uma propriedade particular onde a mata nativa estava completamente devastada. E foi só em 1990 que a nascente foi tombada como patrimônio arqueológico, etnográfico e paisagístico, tendo início então o processo de reflorestamento da área. Hoje o parque (aberto para visitação desde 1996) abrange uma área de mais de 1 milhão de metros quadrados, englobando uma importante região de mananciais.
entrada do Parque Nascentes do Tietê
O Parque Nascentes do Tietê recebe cerca de 30 mil visitantes por ano, em sua maioria para visitas monitoradas de escolas, mas é possível visitá-lo independentemente de grupos. A entrada é baratinha (R$ 6/pessoa em março/22) e nos fins de semana sempre há um guia disponível para acompanhar os visitantes e dar detalhes da história do parque e do rio. E adianto: vale muito a pena fazer a visita acompanhado, é muito bacana conhecer os detalhes!
detalhe na entrada do parque
O parque é administrado pelo DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) do estado de São Paulo e conta com 4 trilhas curtinhas pela mata (da Nascente, da Araucária, da Pedra e do Bosque), um museu iconográfico com fotos sobre diversos aspectos históricos e geográficos do rio, as cidades que percorre e a eclusa de Barra Bonita, e uma sala das águas, onde é possível observar a qualidade das águas do rio coletadas nas cidades por onde ele passa.
início das trilhas
Sala das Águas
Mas a maior atração é mesmo poder tomar a água limpinha da nascente... é até difícil acreditar que a origem do Tietê é aquele filetinho de água saindo por entre as pedras. E triste também, sabendo que a pouco mais de 1 hora de viagem dali o rio está tão poluído que o cheiro chega a ser insuportável 😥 
tomando a água na nascente
Ali na nascente a água é tão cristalina que é possível ver o fundo arenoso e montes de bichinhos boiando - segundo a guia nos informou, o fato dos bichinhos estarem ali em tão grande quantidade é um atestado da pureza da água. Nem preciso dizer que os malinhas amaram a experiência e fizeram mil perguntas, como crianças curiosas que são 😄
Um pouquinho à frente da nascente também é medida a vazão da água, que pode variar bastante ao longo do ano, de acordo com o regime das chuvas.
local da medida de vazão
registro da vazão próximo à nascente
Em resumo: é um passeio muito bacana, especialmente para quem é paulista e para as crianças.
Confira também nosso post sobre o Memorial do Rio Tietê em Salto

👉 Onde fica o Parque Nascentes do Tietê:
Estrada do Pico Agudo, altura do km 6, no bairro Pedra Rajada, Salesópolis. Acesso no km 107,5 da SP-088.
Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 17h
Telefone: (11) 4696-1718
Site: Parque Nascentes do Tietê


👉 Este post é parte de uma blogagem coletiva com o tema RIOS. Mais uma iniciativa do Grupo 8on8, onde um grupo de blogs desenvolve um tema comum, ilustrando com apenas 8 fotos e publicando no dia 8 de cada mês. Confiram os demais posts: 
📌 Chicas Lokas na Estrada | Encontro das Águas em Manaus
📌 Destinos Por Onde Andei… | Passeio de barco pelo Vale do Douro, Portugal
📌 Mulher Casada Viaja | Cruzeiro no Rio Nilo, esse gigante
📌 Viajante Econômica | City tour de barco em Frankfurt am Main

📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📚 Compre livros e muito mais aqui: Amazon
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-

Onde fazer compras em Blumenau e Pomerode

domingo, 21 de agosto de 2022

A região do Vale do Itajaí, em Santa Catarina, é muito conhecida pelos seus atrativos turísticos: compreende o Vale Europeu e suas adoráveis cidadezinhas, tem um circuito de cicloturismo famoso e de quebra ainda fica pertinho do Beto Carrero World e das lindas praias do estado.
Mas a região também tem um parque industrial importante e muitas empresas nacionais nasceram e se estabeleceram nas cidades do vale, especialmente no ramo da tecelagem e de louças/cerâmicas, e até hoje mantêm grande parte de sua produção por ali. E junto às fábricas normalmente há também uma loja de fábrica, o que faz a alegria dos turistas que gostam de umas comprinhas 😉 
Aqui falaremos das lojas de fábrica localizadas entre Blumenau (a maior cidade do Vale do Itajaí) e Pomerode, cidades bem próximas uma da outra e destinos bem conhecidos e procurados por turistas de todo o Brasil.
Antes de falar mais sobre as lojas de fábrica, vale o aviso que não são outlets! Embora várias delas tenham uma área destinada a peças com pequenos defeitos - e por isso com preços bem mais em conta - o maior atrativo de todas não é o preço e sim sua imensa variedade. De modo geral, apresentam uma oferta de produtos bem maior que a encontrada em lojas normais espalhadas pelo Brasil, e por isso valem a visita. Dito isso, calibre suas expectativas, reserve um $$ para gastar e garanta espaço na mala para as compras!

👉 Hering 
Não dá para começar essa lista sem ser pela Hering, uma marca de roupas super presente no cotidiano da maioria dos brasileiros. O Espaço Hering fica em Blumenau, ao lado da fábrica e do Museu Hering, no bairro Bom Retiro. Vale a esticadinha até lá após visitar o museu, que é interessantíssimo e conta detalhes da fundação da empresa por dois irmãos imigrantes alemães e sua trajetória até hoje, 140 anos depois.
A loja é realmente enorme e abrange também as outras marcas da empresa (PUC e Dzarm). A dica é garimpar as promoções - quando estivemos lá havia muitas peças da Hering Kids em promoção.
📌Onde fica: R. Bruno Hering, 1421 - Bom Retiro - Blumenau

👉 Karsten
Mais uma marca bastante conhecida, a Karsten tem tradição na área de roupas de cama, mesa e banho. Fundada também por imigrantes alemães praticamente na mesma época em que a Hering surgiu, hoje tem uma grande loja de fábrica colada à fábrica de Blumenau.
A loja é linda e oferece uma variedade gigante de produtos, mas não se empolgue com os preços - são os mesmos de qualquer outra loja (ou seja, meio salgados). Nos fundos há uma pequena área destinada a peças com pequenos defeitos, mas quando estivemos lá estava tudo meio bagunçado e difícil de encontrar algo que valesse a pena. Vale ficar atento aos períodos de promoção, divulgados no Instagram da loja.
📌Onde fica: Rod. de acesso a Pomerode, SC 421 - km 15 - Blumenau

👉 Brandili
Quem tem filhos deve estar familiarizado com a marca Brandili, que oferece roupas para bebês até 16 anos. Aqui gostamos muito da marca e, para nossa sorte, foi a loja em que mais encontramos promoções. A loja de Blumenau é bem grande e oferece uma boa variedade de peças em todos os tamanhos.
📌Onde fica: Via Expressa Paul Fritz Kuehnrich, 867 - Itoupava Norte - Blumenau

👉 Porcelanas Schmidt
Marca tradicionalíssima de louças, a loja de fábrica da Schmidt em Pomerode fica praticamente dentro da fábrica, no meio da cidade, e faz parte do roteiro turístico.
Conta com uma boa variedade de peças e uma área destinada a peças de segunda linha - mas não se engane, os preços são bem salgados mesmo ali.
📌Onde fica: Rua Luiz Abry, 849 - Pomerode

👉 Oxford
Outra marca de louças bem tradicional e conhecida, mas com preços mais amigáveis 😉 A loja de fábrica da Oxford fica numa simpática casinha enxaimel e tem uma ótima variedade de peças em porcelana para o dia a dia, além de cristais e outros produtos. Nos fundos, uma área com peças com pequenos defeitos a preços bem em conta. A loja também promove vários bazares ao longo do ano, vale ficar atento!
📌Onde fica: Av. 21 de Janeiro, 3540 - Pomerode

👉 Fakini
Localizada também em Pomerode, a loja de fábrica da Fakini Malhas é enorme e oferece muitas opções de roupas para todas as idades, de bebês a adultos. Como normalmente já é uma marca com preços mais baixos, dá para fazer boas compras ali - especialmente em períodos tradicionais de liquidação, como fim do verão e fim do inverno.
📌Onde fica: R. 15 de Novembro, 1800 - Pomerode

👉 Kyly/Milon
Mais uma marca de roupas infanto-juvenis bastante conhecida, a Kyly tem duas lojas grandes em Pomerode: uma no meio do burburinho do Passeio Pomerano, no centro turístico, e outra ao lado da fábrica. Como na Hering, a variedade é boa mas os preços são os mesmos de outras lojas da marca espalhadas pelo Brasil. Mais uma vez, vale ficar atento às promoções.
📌Onde fica: Rod. SC 418, km 3, 3215 - Pomerode

👉 Free Force
Marca conhecida entre os ciclistas, a Free Force tem roupas e acessórios para a prática do ciclismo. Estivemos na loja pouco depois da inauguração e ainda estavam ajustando algumas coisas, mas havia uma boa oferta de produtos a preços variados. Segundo o ciclista aqui de casa - responsável pelas compras que fizemos ali - os preços valiam a pena. O atendimento é bom, bem voltado ao público que consome esses produtos.
📌Onde fica: R. Arnaldo Hass, 175 - Galpão 1 - Pomerode

Confira também nossos outros posts de Santa Catarina para complementar seu roteiro!

📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📚 Compre livros e muito mais aqui: Amazon
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-


Beto Carrero com chuva - nossas dicas

segunda-feira, 8 de agosto de 2022

Minha amiga leitora-mãe, meu amigo leitor-pai - se você tem filhos pequenos certamente já cogitou ir (ou já foi) ao mais famoso parque de diversões do Brasil: o Beto Carrero World. Se ainda não esteve lá, sua missão como mãe/pai ainda não foi completamente cumprida 😄 Aqui podemos dizer que já cumprimos essa missão com louvor, pois já levamos os malinhas pra lá não uma, mas duas vezes, sendo que na segunda pegamos um dia 100% chuvoso 🌧
👉 Confira aqui o post contando da nossa primeira vez no parque: Beto Carrero com 2 malinhas
Pois esse post é para contar exatamente sobre essa experiência: como é o Beto Carrero com chuva? Dá para aproveitar? Os brinquedos funcionam normalmente? Qual a melhor maneira de aproveitar o parque mesmo tomando chuva - é só perrengue ou pode ser uma boa opção?

🎢Começando do princípio: por ocupar uma área aberta, o parque funciona normalmente quando chove?
Nós também tivemos essa dúvida quando vimos a previsão do tempo para os dias que planejávamos estar lá. No site do parque, na aba Blog, há um artigo completo sobre isso. Copio aqui o trecho mais importante: "Somente em casos extremos de tempestade com raios ou ventos muito fortes pode ser que os brinquedos parem temporariamente, até que o tempo melhore, em geral estas situações duram entre 30 e 50 minutos. Nossa equipe técnica segue padrões internacionais e indicações de cada fabricante."  
👉 Aqui o link para o artigo completo: Mesmo com chuva a diversão é garantida no Beto Carrero World
No dia chuvoso que estivemos lá realmente confirmamos que tudo funciona normalmente. Foi um dia de tempo completamente fechado, garoa constante e pancadas de chuva mais fortes ocasionalmente, mas sem raios ou ventos. Estão aí duas fotos em brinquedos diferentes comprovando que o parque estava funcionando 😉
malinhas no Baby Elefante
pai dos malinhas no Rebuliço

☔ Qual a melhor maneira de se proteger da chuva?
Naquele dia chuvoso vimos de tudo: gente com guarda-chuva, com capa de chuva, com galocha, com chinelo, embrulhada em saco plástico 😂 
Nós fomos desprevenidos (e esperançosos que o tempo se mantivesse apenas nublado) e acabamos tendo que comprar as capas vendidas no próprio parque, daquelas bem fininhas e praticamente descartáveis (disponíveis em 2 tamanhos, adulto e infantil, e vendidas em algumas das lojinhas espalhadas pelo parque). Capas de chuva mais reforçadas seriam ideais, pois são mais ajustadas ao corpo e protegem melhor, mas não levamos as nossas. Como estava frio, ficar molhado não era uma opção, por isso qualquer proteção era melhor que nenhuma.
devidamente protegidos
Galochas ou sapatos impermeáveis também seriam ideais. Na falta deles, tênis de couro bem fechados funcionaram bem. Não recomendo ir de chinelo de maneira alguma, pois a chance de escorregar é enorme - e em muitos brinquedos mais radicais é obrigatório tirar qualquer item que não esteja preso ao corpo, como bonés, gorros, bolsas e, com certeza, chinelos. 
Também vale o aviso que alguns trechos do parque ficam extremamente escorregadios quando molhados, mesmo com calçados adequados, por isso todo cuidado é pouco.
Guarda-chuvas podem também ser bem úteis, mas são chatos de carregar.
Em resumo: um boa capa de chuva e sapatos que não molhem facilmente são a melhor maneira de se proteger da chuva. 

🎡 Dá para aproveitar o parque mesmo com chuva?
Ideal, ideal mesmo para aproveitar o Beto Carrero em todo seu esplendor é dia claro, sem chuva e com temperatura amena, e de preferência vazio, não é mesmo? 😜 Mas lidar com perrengues em viagens faz parte da experiência de viajar, então é preciso ser pragmático e fazer do limão uma limonada (ou uma caipirinha, para os que apreciam).
Dá para curtir o parque com chuva? Dá, porque mesmo em período de férias nem todo mundo se anima a enfrentar o tempo ruim e o parque fica mais vazio - o que significa menos filas (uma tremenda vantagem na nossa opinião).
Tigor Mountain na garoa e com fila de 10 minutos
Não são muitos os brinquedos fechados, mas há algumas opções - entre elas o Raskapuska, o Auto-Pista (bate-bate) e as Xícaras Malucas. Mesmo assim, não há como fugir da chuva durante a espera nas filas. Lembrando que todos as atrações mais radicais são abertas.
Uma boa opção para os dias molhados são aquelas atrações onde se molha de qualquer jeito, como o Tchibum (nome bem autoexplicativo rsrs) e o Madagascar Crazy River.
reta final do Tchibum
Outra opção para um dia chuvoso no Beto Carrero são os shows. Todos acontecem em lugares fechados e há vários ao longo do dia - a tabela com os shows e respectivos horários pode ser consultada pelo aplicativo ou nas várias placas espalhadas pelo parque.
Um que super recomendamos é o Hot Wheels Epic Show. O show em si é ao ar livre, mas o público pode se proteger na arquibancada coberta. 
funcionário enxugando a pista para o show do Hot Wheels
Nós assistimos também o Madagascar Circus (que é bem voltado para crianças pequenas) e O Sonho do Cowboy, que é realizado sempre no final do dia, no anfiteatro dentro do memorial dedicado ao Beto Carrero. Bem famoso também é o Excalibur, pago à parte, mas não chegamos a ir. Além de serem em locais fechados, os shows também servem para aquela descansada estratégica entre uma andança e outra.
pausa da chuva no Raskapuska
Em resumo: Dá para aproveitar o Beto Carrero com chuva? Talvez não daquela forma descontraída como seria num dia claro, mas é possível sim. Se estiver calor fica até mais fácil, pois o fato de se molhar não incomoda tanto. Nossa experiência com dia chuvoso foi em julho, com temperaturas na casa dos 17, 18oC, portanto ficar molhado aumentava muito a sensação de frio e incomodava bastante - e exigiu também umas pausas para que nos secássemos um pouco.
Mas de modo geral tudo correu bem, os malinhas se divertiram e no fim das contas algo assim é uma boa experiência para as crianças - afinal, nem tudo sai como planejado, nem nas viagens, nem na vida em geral, exigindo adaptação e flexibilidade 😉

👉 Este post é parte de uma blogagem coletiva com o tema CHUVA E FRIO. Mais uma iniciativa do Grupo 8on8, onde um grupo de blogs desenvolve um tema comum, ilustrando com apenas 8 fotos e publicando no dia 8 de cada mês. Confiram os demais posts: 
📌 Destinos Por Onde Andei… | Dia de chuva em Montreal, Canadá
📌 Mulher Casada Viaja | Campos do Jordão é pet friendly?


📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📚 Compre livros e muito mais aqui: Amazon
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-


Mar, terra ou ar - qual a melhor maneira de viajar em família?

terça-feira, 19 de julho de 2022

Estamos chegando em mais um período de férias escolares. Para muitas famílias com crianças em idade escolar, como a nossa, os períodos de julho e dezembro-janeiro são aqueles quando é possível viajar com a família toda. Com certeza não são os períodos mais econômicos para se viajar - sabemos bem disso - mas depois de uma certa idade das crianças fica bem mais difícil conciliar as atividades escolares com viagens, sob o risco de perderem aulas e outros momentos importantes na escola.
Mas ainda assim é perfeitamente possível fazer uma viagem bacana nesses períodos, sem gastar um rim 😄 Basta se planejar com antecedência e definir alguns pontos importantes: um deles é o meio de transporte. Viajar de carro, de avião ou fazer um cruzeiro? Além do destino, é preciso pensar também em como chegar lá. E aqui vamos falar um pouco dessas opções, suas vantagens e desvantagens, e como aproveitar ao máximo sua viagem em família. 

✈ Viajar de avião - aquela opção para não perder tempo

Quando se pensa em viagens mais longas, normalmente para destinos no exterior, a primeira opção é viajar de avião. Aliás, dependendo do destino, nem há outra opção de locomoção que não seja via aérea. E apesar do preço e de toda a burocracia e planejamento que envolve uma viagem de avião, essa ainda é a melhor opção para quando o tempo é curto e se pretende aproveitar ao máximo os dias no destino final, sem perder (muito) tempo no deslocamento em si.
Vale dizer que os preços das passagens aéreas sobem muito nos períodos de alta temporada (leia-se: dezembro, janeiro e julho, aqueles meses de férias escolares), e o segredo aqui para economizar é se planejar com bastante antecedência. Aproveitar os programas de milhas e descontos das companhias aéreas também ajuda muito a tornar a viagem mais barata.
Um exemplo real: viajar de avião foi nossa escolha há alguns anos quando fomos para a serra catarinense e tínhamos poucos dias. Fomos de avião até Navegantes (o aeroporto mais próximo do nosso destino inicial, o Beto Carrero World), alugamos um carro e fizemos uma viagem muito bacana incluindo parque, serra e praia, pois conseguimos ainda encaixar um dia e meio em Balneário Camboriú.


🚢 Viajar de navio - quando o deslocamento já é a viagem

E que tal fazer um cruzeiro? Essa é uma ótima opção para famílias pois o deslocamento é parte fundamental da viagem - não faltam opções de pacotes de cruzeiros para diferentes destinos, onde os navios oferecem toda sorte de entretenimento a bordo. Nesse caso, além de poder conhecer vários destinos durante as paradas, é possível aproveitar todas as atrações do navio entre uma parada e outra.
Depois desses últimos anos tão conturbados para o turismo como um todo, a temporada de cruzeiros 2023 na América do Sul promete vir com força, com muitas opções de destinos e duração.
divulgação Costa Cruzeiros
Para economizar, aqui também vale a dica de se planejar com antecedência - meses antes da viagem é possível escolher data e local de embarque, duração e destino e comprar o pacote. Lembrando que, caso se opte por um pacote all inclusive, há ainda a vantagem de já viajar com praticamente tudo pago e embarcar feliz da vida.
divulgação Costa Cruzeiros
Aqui ainda não experimentamos esse tipo de viagem mas há tempos consta na nossa lista de desejos. Quem sabe não rola um cruzeiro como viagem de férias de verão? 😉

🚘 Viajar de carro - uma opção para viagens mais curtas

Esse é um meio que costumamos usar muito e temos muitas dicas aqui no blog sobre viagens de carro. Vale para escapadas de final de semana mas também para viagens de férias, quando se tem mais tempo e/ou o destino não é muito distante. Vale também para aquelas viagens onde pretende-se parar em vários pontos do caminho. E não podemos esquecer que existem lindas estradas pelo Brasil que valem a pena ser percorridas de carro.
Fazer viagens longas de carro com crianças requer um certo planejamento e muito jogo de cintura (e paciência), e nossas dicas e experiências em road trips provam que pode ser uma ótima opção para viajar em família.

Organizando tudo direitinho, pode valer a economia quando comparado à viagem de avião. Isso sem falar que viajar de carro permite muito mais liberdade de locomoção.
da nossa viagem de SP a BA

Afinal, qual a melhor maneira de viajar em família?
A intenção aqui é ajudar outras famílias a decidirem o que melhor funciona em determinado momento - especialmente nos períodos de férias escolares, quando tudo fica mais caro e mais cheio. Então a resposta é... depende. Não há uma melhor maneira que atenda todas as famílias e todas as viagens. Tudo vai depender dos desejos da família, do tempo de viagem, do quanto se pode gastar, da escolha do destino... são muitas as variáveis! Vale conversar bastante, alinhar as expectativas e a regra de ouro: se planejar com antecedência 😉

📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍
Planeje sua viagem! 
Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.
🚗 Alugue um carro aqui: Rentcars
🛫 Compre passagens aéreas aqui: Passagens Promo
🏥 Contrate o seguro viagem aqui: Seguros Promo - use o cupom ENTREMOCHILAS5 e ganhe 5% de desconto!
📚 Compre livros e muito mais aqui: Amazon
📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍📍

- Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-