Museu da Água em Indaiatuba

Aproveitamos que estávamos visitando a minha família e no último dia de um feriado prolongado fomos visitar o Museu da Água, em Indaiatuba, inaugurado há pouco mais de um ano.
Ele fica localizado na represa do Cupini, um ponto de captação de água para a cidade desde a década de 30. A entrada é gratuita e é um passeio do jeito que gostamos: tem um pouco de história, de tecnologia e de natureza. Imperdível!
No prédio principal, todo moderno e com uma entrada linda, ficam a Sala Histórica, a Caixa d´Água (que é uma sala de exposição temporária) e um café. Um guia recebe as pessoas e explica um pouco das salas, e no dia em que fomos, por ser o fim de semana do dia das crianças, havia também atividades especiais para elas do lado de fora.
Logo na entrada havia uma exposição super interessante de dioramas - miniaturas de cenas, reais ou não, ao estilo do Mini Mundo de Gramado - feitos com material descartado, ou seja, com lixo. Havia desde a casa do Gru (Meu Malvado Favorito, adoramos!) até uma cena representando a guerra do Vietnã. Nesse link aqui a matéria completa sobre o artista e as obras que estavam expostas lá.
Ao lado da rampa fica uma parede repleta de frases e fotos relacionadas à importância da água e do consumo consciente, e na parte de cima a Caixa d´Água, com uma exposição interativa curtinha e cheia de tecnologia - ao final, pudemos interagir com os peixinhos numa mesa no meio da sala. Malinhas adoraram!
Na parte de cima também fica a Sala Histórica, onde é contada um pouco da história da captação de água da cidade e ficam expostas algumas peças antigas. Bem didático e simplificado. Saindo dali fica uma varanda, onde dá para tirar fotos lindas com o chafariz da represa ao fundo.
Seguimos então para a trilha ecológica, que margeia a represa. No início, numa espécie de deque, fica a Galeria de Hidrologia, com alguns painéis explicando um pouco sobre as bacias hidrográficas do Brasil e da região - há também um mapa antigo do estado de São Paulo, super bacana.
Ao longo da trilha, há algumas árvores identificadas com placas, com seu nome popular, nome científico e locais de incidência no Brasil. A ideia é mostrar um pouco das árvores típicas tanto do cerrado quanto da mata atlântica, já que ali tem um pouco dos dois. Da trilha sai também um caminho que dá numa biquinha de água cristalina... não tinha nenhuma placa explicativa, mas entendemos que é uma espécie de nascente da represa.

Em resumo: um ótimo passeio de família! Tivemos a sorte do dia estar bonito mas não muito quente, o que deixou o passeio super agradável e as fotos lindas.


Mais informações sobre o museu aqui:
museudaagua.sp.gov.br e www.facebook.com/museudaagua

Reportagem sobre os dioramas e o artista que estava expondo no museu:
http://bit.ly/2hiqxHlMuseudaAguaindaia

Museu é lugar de criança sim! Abaixo outros museus ótimos para levar as crianças:
Museu da Cidade de Salto - nesse post aqui
Museu de Arte Sacra e Museu da Imigração, em São Paulo capital - nesse post aqui
Museu Ferroviário e Museu Castelo, em Paranapiacaba - nesse post aqui
Museu do Futebol, em São Paulo capital - nesse post aqui
Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba - nesse post aqui
Museu Aeroespacial Brasileiro, em São José dos Campos - nesse post aqui

Comentários