Post índice: Santa Catarina - parque, serra e praia

nossa tradicional fotinho de início de viagem

O itinerário
Este ano rompemos com a tradição de viajar nas férias de julho por dois motivos: orçamento apertado (e quem não?) e uma daquelas aventuras malucas do marido - ele se inscreveu na maratona Mizuno Up Hill (link aqui, pra quem quiser saber mais) na Serra do Rio do Rastro, que aconteceria no início de setembro, e foi sorteado para participar! 
Isso lá em meados de abril, em maio fechamos então o roteiro, combinando a serra com o Beto Carrero, sonho de consumo dos nossos malinhas, e pra despedir ainda passamos um dia em Balneário Camboriú, que nenhum de nós conhecia.
Por conta de ser período de aulas (a maratona seria dia 2 de setembro) e da distância, dessa vez fomos de avião para aproveitarmos ao máximo o prazo de uma semana que nos demos.

E para encaixar o passeio ao Beto Carrero, nosso itinerário foi o seguinte:
2 dias em Penha (onde fica o parque)
3 dias em Urubici
2 dias em Balneário Camboriú


O voo
Escolhemos voar até Navegantes, pra facilitar a ida ao parque. Compramos as passagens pela Gol, em fins de maio.


O carro
No próprio momento da compra, no site da Gol, fiz as reservas de carro na Localiza, aproveitando um suposto desconto para clientes Gol. Digo suposto porque, apesar do ótimo preço no momento da reserva, quando fomos efetivamente pegar o carro no aeroporto de Navegantes o valor saiu o dobro do programado, por conta de um seguro que não estava incluído. Por isso fica aqui a dica: pesquisar bem antes de reservar um carro.
Felizmente deu tudo certo, apesar de ser um veículo 1.0 o nosso carrinho deu conta de subir e descer as intermináveis montanhas da serra, e não tivemos nenhum problema.
E como já havíamos feito antes, levamos nossas próprias cadeirinhas de carro para os malinhas (embalamos as duas juntas naquele Protec Bag, disponível nos aeroportos).


A hospedagem
Por que escolhemos Urubici, na serra catarinense, ao invés de São Joaquim, que é bem mais famosa? Ou Bom Jardim da Serra, mais estratégica pra quem ia correr a maratona?
Pesquisamos bastante e, apesar da distância entre as cidades não ser muita, em termos de tempo eram longe - por causa das estradas, cheias de curvas. E Urubici, mesmo longe da serra do Rio do Rastro (cerca de 2 horas), tinha mais opções de hospedagem e mais atrativos naturais que as demais cidades. Apesar dos imprevistos e da nossa falta de planejamento para o dia da maratona, foi uma ótima escolha e é o que eu recomendaria para quem quer conhecer a região.
Nos hospedamos na Pousada Kiriri-Etê, que fica a cerca de 9 km do centro de Urubici, que adoramos. Mais sobre ela lá no post sobre a serra.

Em Penha, nos hospedamos na Pousada Savanna, bem pertinho do parque. Recomendo com ressalvas, mais sobre ela no post sobre o Beto Carrero.

Em Balneário Camboriú, nos hospedamos no Ibis Styles Balneário Camboriú, que ao contrário dos demais hotéis da rede, oferece quartos para famílias, e é todo decorado com fuscas dos tamanhos mais diversos - inclusive um de verdade na recepção. Escolhemos esse hotel por causa da decoração - nosso malinha é louco por carros - e pela ótima localização, além do custo. Pra quem quiser saber mais, nesse post aqui, do blog Viajando com Pimpolhos - Ibis Styles em Balneário Camboriú: um hotel para amantes de fuscas e carros - tem tudo.



Detalhes da viagem

Beto Carrero com 2 malinhas
Serra catarinense a 4
2 dias em Balneário Camboriú a 4 



Comentários